Forte tempestade de granizo fez 6 mortos na Grécia

Uma forte tempestade de chuva, vento e granizo atingiu ontem a Península de Calcídica, na Grécia. Deixou uma enorme rasto de destruição e provocou pelo menos 6 mortos e mais de 100 feridos. Confira aqui os detalhes impressionantes.

Alfredo Graça Alfredo Graça 11 Jul. 2019 - 20:11 UTC

Pelo menos seis pessoas morreram, entre elas duas crianças, e mais de cem pessoas ficaram feridas devido à passagem monstruosa de um temporal de chuva, vento e granizo que assolou a Península de Calcídica, no norte da Grécia na noite passada. O governo grego informou que os falecidos eram todos turistas, dois de nacionalidade russa, dois checos e dois romenos.

A forte tempestade de chuva, vento e granizo que atingiu o centro, oeste e norte da Grécia provocou graves destroços, sobretudo com árvores arrancadas do solo, automóveis derrubados e amolgados, e danos estruturais em edifícios. Os meios de comunicação social locais mostravam esta manhã imagens de praias com guarda-sóis tombados e rasgados, estradas bloqueadas e carros e motas derrubados. Este fenómeno atmosférico foi efémero mas os ventos foram de tal forma potentes que somaram intensidade semelhante a um furacão.

Segundo Athansios Kaltsas, diretor do Centro Médico de Nea Mudaniá “foi a primeira vez nos meus 25 anos de profissão que vivi algo semelhante (...) foi tudo tão abrupto e tão repentino”. A tempestade foi breve mas muito intensa. Aliás, o corpo de bombeiros recebeu mais de 600 chamadas durante toda a noite na área afetada. Houve corte de eletricidade em dois terços da península de Calcídica devido à queda de postes.

Publicidade