Fim de semana marca o regresso da chuva, será muita?

O tempo em Portugal em dezembro arrancou frio e seco. Apesar de gélidos, os dias têm sido soalheiros e a chuva já passou à história. Continuará assim? Os modelos prevêem mudanças já neste fim de semana. Saiba tudo aqui!

Alfredo Graça Alfredo Graça 06 Dez. 2019 - 15:16 UTC
Está na hora de voltar a usar o guarda-chuva! Chuva regressa ao nosso país este domingo.

Dezembro trouxe uma mudança significativa do estado do tempo em Portugal continental. Até agora, ainda não choveu (exceto nas primeiras horas de domingo dia 1) e pelo menos até amanhã, a estabilidade meteorológica vai manter-se. A chuva vai voltar no fim de semana, será muita?

Com base no ECMWF, isto acontece por causa dum forte centro de altas pressões (anticiclone) posicionado a oeste do nosso país. As altas pressões são sinónimas de tempo estável e seco, com nenhum ou praticamente nenhum teor de humidade na atmosfera. Estes centros barométricos impedem a chegada das frentes frias e só o seu enfraquecimento permite a progressão das nuvens e respetiva pluviosidade até ao continente. Como estamos quase no inverno, o frio é cada vez mais notório e esta semana não foi exceção. O ar gélido fez-se notar, sobretudo à noite. Apesar disso, temos tido dias muito soalheiros, de norte a sul do país.

A chuva regressa ao nosso país

O modelo Europeu costuma ser bastante fiável, e a poucas horas do anunciado regresso da chuva que os mapas do tempo já intuem há vários dias, prevê-se que o fim de semana proporcione a mudança de dois aspetos meteorológicos em relação aquilo que vivemos esta semana: o primeiro, menos marcante, é a subida ligeira das temperaturas, tanto das máximas como das mínimas.

O segundo é a chegada de chuva fraca a solo nacional, que assumirá maior expressividade na região Norte, especialmente nos territórios mais ocidentais, onde poderá evoluir para aguaceiros intensos, mas de curta duração. A região Centro também será invadida pela passagem desta perturbação frontal, que resultará em precipitação fraca.

Isto porque, apesar da presença anticiclónica, a circulação de uma depressão próxima às ilhas Britânicas resultará num adensar da nebulosidade e da chuva que irá precipitar no próximo domingo, 8 de dezembro. Aproveite sábado, dia 7 para passear ao ar livre e desfrutar do sol. O céu amanhã vai estar pouco nublado ou limpo em todo o país. Algumas nuvens já vão surgir no céu, podendo chuviscar no litoral Norte e Centro. É possível que os vales mais húmidos das terras do interior amanheçam com nevoeiro. O vento deverá soprar fraco de Norte ou Oeste, dependendo das regiões, e a temperatura mínima será de 1 ºC no distrito de Bragança e de 10 ºC no distrito de Faro.

No domingo teremos nebulosidade mais carregada e espessa, devido às nuvens baixas. Será um dia mais cinzento e invernal, com chuva fraca, por vezes intensa, por causa de alguns aguaceiros dispersos, sobretudo na região Norte. Nas horas seguintes a precipitação fraca irá progredir rumo à região Centro. Outra das novidades do dia 8 será o ligeiro aumento da temperatura. Os termómetros vão registar máxima de 15 ºC no distrito do Porto, 13 ºC no da Guarda, 17 ºC no de Lisboa e 18 ºC no de Faro. O vento vai soprar predominantemente de Noroeste. Domingo temos de resgatar os guarda-chuvas novamente!

Publicidade