Espanha: forte temporal provocou estragos no litoral Mediterrâneo

Há praticamente dois dias que o litoral mediterrâneo espanhol está debaixo dum forte temporal. Chuvas torrenciais, vento intenso e mar muito agitado já causaram quase 400 ocorrências na Catalunha. Não perca aqui as imagens impressionantes!

Alfredo Graça Alfredo Graça 05 Dez. 2019 - 23:26 UTC

As chuvas das últimas 48 horas em Espanha foram localmente fortes e persistentes segundo a Agencia Estatal de Meteorología (AEMET), tendo sido acompanhadas de fortes rajadas de vento nos dias 4 e 5 de dezembro na Catalunha, Baleares, Comunidade Valenciana e no norte das Canárias. A previsão meteorológica para estas regiões nos próximos dias aponta para a dissipação progressiva da precipitação, com grandes abertas, mas mantendo-se céu nublado ou muito nublado para o litoral cantábrico, Mediterrâneo e resto da Espanha.

O tempo adverso provocou quase 400 ocorrências na Catalunha, devido ao forte temporal que se abateu. Ondulação marítima bastante forte, chuvadas torrenciais que inundaram ruas e o metro de Barcelona, gerando alguns estragos e cheias repentinas. A Avenida Tibidabo chegou mesmo a ter um lençol de água durante algumas horas devido à intensidade da precipitação.

Por agora, o Serviço Meteorológico da Catalunha já encerrou o plano de alerta das inundações depois dos aguaceiros registados na quarta e na quinta-feira. O telefone de emergência 112 na Catalunha atendeu, até às 6 horas da manhã de hoje, 521 chamadas para informar de 379 incidentes relacionados com o temporal. 109 em Barcelona, 27 em Badalona e 27 em Sant Cugat del Vallès.

As chamadas ocorriam principalmente devido às inundações em locais rasos e baixos, e quedas de ramos de árvores.

Publicidade