StoreWindows10

"Gota fria" coloca Espanha em alerta vermelho!

O alerta está emitido: Espanha aguarda pelo cruzamento de duas tempestades, uma vinda do Mediterrâneo e outra do Atlântico que vão trazer chuvas fortes e persistentes a todo o leste da Península Ibérica e ilhas Baleares.

Lidia Magno Lidia Magno 18 Out. 2018 - 20:08 UTC
Tempestade ocorre por vezes no outono espanhol.

Segundo o aviso da Agência Estatal de Meteorologia de Espanha (AEMET)a partir de hoje a Península e as ilhas Baleares vão ser afetadas por más condições meteorológicas, resultantes da união de duas tempestades, uma que evolui a partir do Mediterrâneo e outra do Atlântico.

Esta situação levará a chuvas fortes e persistentes produzindo acumulações que podem exceder os 100 litros em 12 horas, de acordo com o aviso das autoridades. Em Castellón, pode até chegar aos 180 litros em 12 horas. A chuva forte deverá cair na Andaluzia, Comunidade Valenciana e Catalunha a partir de quinta e sexta-feira, com a interação de ambas as tempestades a levar a um aumento da precipitação na Catalunha, Aragão, Comunidade Valenciana e Baleares. As chuvas serão muito fortes e persistentes pelo menos até domingo.

A tempestade encontra-se nesta altura no sul da Península Ibérica e começa por ser uma Depressão Isolada de Altos Níveis, conhecido popularmente como "gota fria", ou seja, uma tempestade que se forma a partir do choque de temperaturas de duas frentes que se cruzam.

Segundo o porta-voz da Agência Estatal de Meteorologia espanhola em declarações ao jornal El País, "é preciso recuar a outubro de 2008 para encontrar um episódio semelhante".
Em Portugal, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, não está previsto qualquer alerta durante o fim de semana.

O que é a "gota fria"?

A "gota fria" é um fenómeno climático que ocorre com frequência no outono espanhol. Ocorre em particular ao longo do Mediterrâneo ocidental e, como tal, afeta mais frequentemente a costa leste da Espanha.

A "gota fria" também chamada “depressão isolada em níveis isolados”, é uma tempestade que acontece quando uma massa de ar polar fria e seca choca com outra mais quente e mais húmida vinda do mar Mediterrâneo. Esse choque acontece a grandes altitudes — entre cinco e nove quilómetros na atmosfera — e é muito comum durante o outono nas zonas mais próximas ao Mediterrâneo ocidental.

O fenómeno é comum e ocorre a cada chegada do outono, mas desta vez a dureza das chuvas e da tempestade, que se calcula, seja a pior dos últimos 10 anos, pode ter sido provocada pela temperatura extrema a que chegou a água do mediterrâneo este verão, que chegou a atingir os 30º C. As chuvas frias já começaram a assolar partes do território espanhol. Espera-se que as chuvas se mantenham durante o dia de sexta-feira, sábado e domingo.

Publicidade