Terra mais verde do que há 20 anos atrás

A Terra é agora um lugar mais verde do que há duas décadas e, surpreendentemente, a vegetação aumentou
graças aos esforços de dois dos países mais populosos do nosso planeta: China e Índia.

Alfredo Graça Alfredo Graça 15 Fev. 2019 - 11:04 UTC


China e Índia lideram a melhoria da ecologização na Terra com ambiciosos programas como agricultura intensiva e plantação de árvores.


Este é o resultado de um novo estudo da NASA baseado em fotografias tiradas com um espectro radiómetro de resolução moderada (MODIS). O sensor de satélite MODIS captou quatro fotos de cada lugar na Terra, todos os dias nos últimos 20 anos.

Estes dois países emergentes lideram a melhoria da ecologização da Terra com os ambiciosos programas de plantação de árvores na China e a agricultura intensiva nos dois países. A Índia quebrou o seu próprio recorde mundial em 2017 com o número de árvores plantadas, em que um grande número de voluntários chegou a plantar 66 milhões de árvores jovens em apenas 12 horas.

A NASA estimada que todos os anos são formados mais de três milhões de quilómetros quadrados de áreas verdes, em comparação com os primeiros anos da década de 2000. Isto supõe um aumento de 5%. No total, o “florestamento” do planeta nestes 20 anos, é comparável à área coberta por todas as selvas tropicais do Amazonas.

“China e Índia representam um terço da ecologização, mas possuem solo em nove por cento da superfície terrestre do planeta coberta de vegetação”, de acordo com o referido por um dos líderes da pesquisa, Chi Chen. No entanto, este cientista também acrescenta que os resultados surpreendem “considerando a noção geral da degradação da Terra em países muito populosos devido à sobreexploração”.

Forte aposta agrícola na China e Índia

O estudo refere que 42% da vegetação na China é proveniente da expansão e conservação de bosques e 32% corresponde à agricultura. A Índia, por sua vez, atinge o processo de ecologização através da agricultura. A área de terra dedicada à agricultura, mais de um milhão de quilómetros quadrados, é comparável na China e India e não alterou muito desde o início da década de 2000. A novidade nestes países é o grande aumento da sua área total anual de áreas verdes e a sua produção alimentar.

Este feito tornou-se possível devido às múltiplas práticas de cultivo, onde os campos são utilizados durante todo o ano com cultivos diferentes que vão alternando. A produção de grãos, vegetais, frutas e muitos mais aumentou na ordem dos 35-40% desde o ano 2000. O motivo desta alternância e intensificação de formas de cultivo prende-se com a necessidade de alimentar as suas enormes populações.

Publicidade