Janeiro foi um mês muito seco

Do ponto de vista climatológico o mês de janeiro de 2019 em Portugal continental foi classificado como um mês muito seco, no entanto foi normal quanto à temperatura.

Teresa Abrantes Teresa Abrantes 12 Fev. 2019 - 13:28 UTC
Janeiro de 2019 foi um mês muito seco.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na análise climatológica que fez sobre o mês de janeiro, analisou os dados de precipitação e de temperatura do referido mês, concluindo que o mês foi muito seco mas normal em relação à temperatura.

Precipitação

Segundo o IPMA, o valor médio da quantidade de precipitação registada, 57.3 mm, corresponde a cerca de 50% do valor normal. Valores da quantidade de precipitação no mês de janeiro inferiores aos agora registados ocorreram em cerca de 20% dos anos (desde 1931).

Nos 19 anos deste século só em 7 anos é que se registaram valores médios da precipitação superiores ao normal, enquanto que nos restantes 12 anos a precipitação média no mês de janeiro foi sempre inferior ao valor normal para este mês. De acordo com os dados analisados pelo IPMA, o mês de janeiro foi o 6º janeiro mais seco desde 2000, tendo ocorrido janeiros mais secos nos anos 2000, 2005, 2006, 2007 e 2012.

Temperatura

Apesar do mês de janeiro, do ponto de vista climatológico, ter sido considerado um mês normal em relação à temperatura, o valor médio da temperatura do ar, 8.63 °C, foi um pouco inferior ao valor médio de janeiro. A anomalia registada foi de -0.18 °C.

Ainda de acordo com o IPMA e em relação às temperaturas extremas, o valor médio da temperatura máxima do ar, 13.96 °C, foi superior ao normal em 0.86 °C, no entanto o valor médio da temperatura mínima do ar, 3.31 °C foi inferior ao normal, em 1.23 °C. Registaram-se noites mais frias que o normal para o mês de janeiro. De acordo com a análise da série de temperaturas extremas ao longo dos anos elaborada pelo IPMA, neste janeiro o valor médio da temperatura máxima do ar foi o 6º valor mais alto desde 2000 e o 12º desde 1931. Valores da temperatura mínima inferiores aos agora registados ocorreram só em cerca de 20% dos anos, desde 1931.

Evolução diária da temperatura média, máxima e mínima do ar em janeiro em Portugal continental (Fonte: IPMA)

A evolução diária da temperatura do ar ao longo do mês de janeiro 2019, figura acima, indica que tivemos valores diários de temperatura máxima acima do normal nos períodos de 4 a 9 e 23 a 26. No período de 1 a 18 tivemos as noites mais frias, em que os valores diários de temperatura mínima foram muito inferiores ao normal. No dia 6 é de assinalar o valor médio da temperatura mínima em Portugal Continental, 0.12 °C, que é 4.42 °C inferior ao normal.

Ainda segundo o IPMA, registaram-se grandes amplitudes térmicas entre os dias 4 e 9 de janeiro. Em vários locais, em especial no Minho e nas regiões do Centro e Sul do território, foram registadas amplitudes térmicas diárias superiores a 20°C.

Monitorização da Seca – Índice PDSI

De acordo com o índice meteorológico de seca PDSI (índice meteorológico de seca calculado pelo IPMA para monitorização da situação de seca) a 31 de janeiro verificou-se um aumento da área em seca meteorológica em relação ao final de dezembro e Portugal continental já se encontra com 34.5 % do território na classe de seca moderada, 59.5 % na classe de seca fraca e 6% na classe normal.

Publicidade