Ciclogénese explosiva: temporal a caminho de Portugal e seus efeitos

Tempo instável e invernal para a próxima semana em boa parte de Portugal continental. Além da chuva, prevê-se vento intenso, forte agitação marítima e possibilidade de neve. A entrada em cena de uma ciclogénese explosiva a partir de terça-feira agravará o tempo até ao feriado da Imaculada Conceição.

Esta sexta-feira será estável, com nebulosidade em boa parte do território de Portugal continental e chuviscos residuais no Minho, Douro Litoral e parte de Trás-os-Montes. No sábado um sistema frontal bastante ativo percorrerá as Regiões Norte e Centro do país, em especial o litoral, onde se espera chuva fraca, mas persistente durante a madrugada. No domingo o frio acentuar-se-á com a chegada do ar polar que causará uma descida térmica significativa.

Entre segunda e quarta-feira, a instabilidade poderá regressar subitamente devido à presença de uma ciclogénese explosiva no Atlântico, que atingirá diretamente as Ilhas Britânicas. Ocorrerá uma brutal descida da pressão central mínima da ciclogénese em menos de 24 horas, esperando-se a chegada de várias frentes atlânticas associadas em direção à Península Ibérica.

Assim, prevê-se chuva em quase todo o país, mais persistente e generalizada na Região Norte, por vezes localmente intensa. O tempo adverso será mais notório na terça e na quarta-feira da Imaculada Conceição, quando soprar forte o vento de Oeste e de Sudoeste. Calcula-se que haja agitação marítima forte, com ondulação elevada na faixa costeira ocidental e que se intensificará significativamente na quarta-feira.

Por fim, há que mencionar a possibilidade de queda de neve nas terras altas do interior Norte e Centro, bem como o risco de formação de gelo, sobretudo no Alto Minho, Trás-os-Montes, Beira Interior e Beira Alta.