As 'bombas' meteorológicas do Atlântico trarão calor a Portugal!

De ‘bomba’ em ‘bomba’. Que se passa no céu? Da depressão Julia que afetou os Açores, ao provável Kyllian que voltará ao arquipélago no próximo sábado, fará calor. Aqui lhe contamos.

Alfredo Graça Alfredo Graça 21 Fev. 2019 - 07:19 UTC
Temperaturas elevadas no fim de semana poderão chegar aos 27 ºC. Aproveite para ir até à praia!

Prepare-se para um fim de semana de muito calor, bastante propício para ir à praia e vestir o fato de banho. No entanto, não deixa de ser estranho que em pleno mês de fevereiro, na estação do inverno, se registem temperaturas tão ‘quentes’.

Se em pleno Arquipélago dos Açores já se vivenciou uma depressão atlântica como a Julia, onde até já houve vôos cancelados e portos de navegação encerrados, porque é que não afetou o continente? Resumidamente tudo se deve ao anticiclone, que constitui uma autêntica barreira, impedindo dessa forma que as frentes e as chuvas respetivas alcancem Portugal continental.

Da depressão Julia nos Açores ao calor recorde no continente

Batizada pelo IPMA de Julia, esta depressão perdeu em menos de 24 horas mais de 30 HPa, um processo conhecido como ciclogénese explosiva, ou bombogénese, daí a designação de ‘bomba’.

O alastramento desta bomba resultou em rajadas de vento de cerca de 140 km/h provocando ondas de até 14 metros de altura, de acordo com o modelo ECMWF. A Julia estará nas próximas horas no oeste da Islândia. Em Portugal e restantes países da Europa Ocidental, restarão apenas vestígios da Julia. Mesmo sendo pequenos vestígios, não estarão longe o suficiente para evitar o lançamento de ar tropical que está a estimular o vento do quadrante sul.

Uma nova tempestade semelhante à Julia, será a canalizadora das elevadas temperaturas que se farão sentir, possivelmente nomeada de Kyllian, já este sábado. Máximas pouco habituais, na ordem dos 26 ºC, 27 ºC, com calor e poeiras em suspensão.

De acordo com as previsões, a máxima vai variar entre os 20 ºC e os 27 ºC. Nas regiões do interior Norte e Centro, esse aumento será entre os 17 ºC e os 20 ºC. As temperaturas estarão largamente acima do expectável para a época do ano, estando previsto que domingo seja o dia com a temperatura mais elevada, 7 ºC a 9 ºC acima do normal.

Nova tempestade a caminho dos Açores

Está prevista para sábado nova tempestade a afetar os Açores. Depois da Julia, deverá chegar o Kyllian. São esperadas rajadas de vento superiores a 140 km/h tanto no grupo Ocidental como Central, ainda que mais prováveis de acontecer no grupo Ocidental, podendo em lugares mais vulneráveis superar os 150 km/h. No Grupo Oriental o vento deverá atingir os 110 km/h.

Além de uma ventania fortíssima e intensa, prevêem-se períodos contínuos de chuva forte, trovoada e agitação marítima com ondas superiores a 14 metros. Problemas na circulação marítima e aérea serão certamente uma realidade neste dia, pelo que se estiver para viajar para os Açores, considere duas vezes.

Publicidade