tempo.pt

Tempo em agosto em Portugal: haverá mais episódios de calor tórrido?

Após um mês de julho muito quente, inevitavelmente marcado por recordes de temperatura e incêndios florestais, interessa saber se o calor tórrido irá continuar em agosto ou se poderão ocorrer as primeiras trovoadas estivais. Consulte a previsão mensal!

praia; verão; calor; portugal
Agosto costuma ser, climatologicamente, ligeiramente mais quente que julho em Portugal continental. E neste agosto de 2022, será que se vão repetir os episódios de calor tórrido?

Dentro de poucos dias começa agosto, o último mês do verão climatológico e muitas pessoas já se questionam se este período será de novo anormalmente quente, após as ondas de calor de junho e julho e os devastadores incêndios florestais.

Como costuma ser o tempo em agosto em Portugal continental?

Recorde-se que, até 15 de agosto, ainda estaremos dentro da canícula, aquele que é considerado, oficiosamente, o período mais quente do ano. Ora, tendo por base esta mesma realidade, bem como a normal climatológica de referência para o período 1971-2000, a temperatura média em agosto costuma ser ligeiramente superior à de julho (entre 0,2 ºC a 0,5 ºC) em todas as regiões de Portugal continental (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve).

A temperatura máxima em agosto também é, por norma, ligeiramente superior à de julho (entre 0,1 ºC e 0,6 ºC) em quase todo o território de Portugal continental, exceto na região mais meridional, o Algarve, onde a média do valor térmico máximo é exatamente o mesmo em ambos os meses (30,2 ºC). Quanto à média da mínima para agosto, esta evidencia um comportamento térmico semelhante aos outros parâmetros da variável temperatura, entre 0,3 ºC a 0,6 ºC superior ao mês de julho.

No que toca à chuva, a normal climatológica demonstra-nos que agosto costuma apresentar uma média de precipitação acumulada ligeiramente superior à de julho nas Regiões do Norte, Centro, Área Metropolitana de Lisboa, Alentejo e Algarve, o que revela que este mês é inequivocamente potencialmente mais pluvioso do que o seu antecessor em todo o Continente. A média da precipitação acumulada a 30 dias, para o mês de agosto, varia regionalmente, com o valor mais baixo (5,9 mm) no Algarve e o mais elevado no Norte (24,7 mm).

Ainda assim, tendo em conta que nos verões portugueses raramente chove, a precipitação não é algo com que os amantes do sol, do calor e da praia se devam preocupar, normalmente. Não obstante, há que salientar que existem anos em que ocorrem exceções e, fruto das naturais oscilações dos padrões atmosféricos do planeta, podem pontualmente ocorrer trovoadas, especialmente no interior do país.

Agosto de 2022 com importantes contrastes térmicos regionais em Portugal

Analisando os mapas mensais de previsão do tempo produzidos pelo nosso Departamento aqui na Meteored, destaca-se de imediato, um cenário meteorológico tripartido. Por um lado, as porções do território continental português “pintadas” a cinzento indicam-nos a ausência de anomalias estatisticamente significativas que sejam dignas de menção, ou seja, isto significa que a previsão intui que uma grande parte do país registe valores de temperatura dentro do normal climatológico, sem desvios dignos de registo.

Por outro lado, há algumas áreas que se salientam termicamente no mapa de previsão para agosto de 2022. As primeiras, localizadas na parte oeste e meridional de Portugal continental, sendo elas, o Barlavento Algarvio, o Litoral Alentejano, o Litoral da Península de Setúbal e parte do litoral do distrito de Lisboa.

anomalia de temperatura; ecmwf; portugal
Estão previstos importantes contrastes térmicos regionais. Contudo, grande parte do país registará temperaturas dentro da média de referência.

Para estas áreas, os mapas insistem num tempo mais fresco do que o habitual para a altura do ano, com uma anomalia térmica negativa que irá variar entre -0,5 ºC e -1,5 ºC. O valor mais anómalo (-1,5 ºC) inferior ao normal caberá ao Barlavento Algarvio. Por fim, haverá regiões do país que se poderão destacar devido ao calor acima da média. De acordo com o nosso mapa, os distritos de Vila Real, Braga (parte leste), Porto (parte leste), Viseu, Bragança, Guarda e Castelo Branco, ou seja, grosso modo, o interior do Norte e do Centro, poderão registar temperaturas mais quentes do que o normal para a época do ano.

Espera-se uma anomalia térmica positiva entre 0,5 ºC a 1,5 ºC acima do que é costume nestas regiões, com grande destaque para os territórios do Nordeste Transmontano e da Beira Alta. Nestas últimas áreas prevê-se temperaturas até 1,5 ºC acima da média de referência.

Em agosto pouco ou nada chove, mas este ano como será?

Para agosto de 2022, o nosso mapa de previsão mensal antecipa uma realidade meteorológica “standard”, significando isto que, em princípio, ainda que possa chover num ou noutro dia do mês, todas as regiões do país deverão registar valores de precipitação dentro da média climatológica.

anomalia de precipitação; ecmwf; Portugal
Para agosto de 2022 não se prevê anomalias significativas do ponto de vista pluviométrico de norte a sul de Portugal continental.

Mesmo assim, não esquecer que estes modelos, por muito avançados e desenvolvidos que estejam, não se encontram livres de falhas. O estado da arte da previsão científica não permite elaborar previsões detalhadas e deterministas num prazo superior a 5 ou 7 dias e os erros de previsão nos modelos crescem com o tempo. Portanto, é necessário abordar estas previsões com cautela, encarando-as como tendências em relação à Climatologia.