Queda de granizo e inundações surreais em Roma!

Uma chuva de granizo atingiu Roma na noite passada, especialmente nos bairros orientais. O gelo no chão começo a flutuar nas ruas inundadas dando lugar a um cenário surreal. Aqui estão os vídeos do "panorama ártico" no leste de Roma!

Alfredo Graça Alfredo Graça 22 Out. 2018 - 05:33 UTC

A tempestade da noite passada em Roma permanecerá na memória dos romanos por muito tempo. Em apenas duas horas, uma tempestade excecional, com acumulações de mais de 70 mm em certas áreas, inundou as ruas e causou dificuldades consideráveis no sistema viário. Carros presos no meio da inundação, as estações de metro fechadas, metros intransitáveis, árvores caídas devido a fortes rajadas de vento.

Desta vez, no entanto, as inundações e interrupções incomuns que se seguiram às violentas tempestades na cidade, acrescentaram um facto incomum. Um super granizo caiu nos bairros orientais, especialmente na área de Prenestina e da Via Togliatti, deixando grandes quantidades de gelo no chão, que então começaram a derreter e flutuar pelas ruas inundadas. Os vídeos mostram bem o cenário surreal que ocorreu na noite passada para os habitantes de Roma Oriental, com as ruas transformadas em lagos e pedaços de gelo flutuantes, como se fossem pequenos icebergues, numa "paisagem ártica" incomum no meio dos subúrbios romanos. A enorme quantidade de granizo também entrou em algumas estações de metro, deixando de boca aberta aqueles que ali estavam naquele momento. Alguns motoristas aventuraram-se nas inundações apesar do perigo óbvio.

70 mm na área de Prenestina, 50 mm em Montesacro

A tempestade foi particularmente intensa no lado leste da cidade: de acordo com os pluviómetros da rede Meteonetwork, 71 mm foram ultrapassados na área de Prenestina perto de Togliatti, enquanto em Montesacro, na área de Batteria Nomentana, não muito longe da Piazza Sempione, quase chegou aos 50 mm. Tudo isto em algumas dezenas de minutos.

A forte tempestade de ontem à noite em Roma ocorreu no final de mais um dia ameno na capital. Outubro foi um mês particularmente quente nesta parte da Itália, assim como em outras regiões da Itália central, com um número máximo de vezes superior a 25-26 °C. Além disso, sábado e domingo, vários romanos ainda disfrutavam do mar graças às temperaturas quase de verão. No domingo à noite, no entanto, como amplamente divulgado, as temperaturas caíram vários graus devido ao influxo de ar do norte.

Publicidade