Ondas gigantes às portas da Cantábria

Um vídeo espetacular que mostra como as ondas embateram na noite passada contra a costa de Castro-Urdiales, na Cantábria. Nas últimas horas elas ultrapassaram os seis metros de altura nas margens da Cantábria.

Alfredo Graça Alfredo Graça 23 Jan. 2019 - 08:30 UTC


O clima de inverno está literalmente a cumprir as previsões. Ontem veio a chuva e a neve, e hoje o vento do quadrante noroeste está a soprar com muita força. No continente, a tempestade derrubou árvores e mobiliário urbano no País Basco e na Cantábria. No mar a ondulação está significativa, com cristas de onda que excedem os seis metros de altura. Esta manhã a bóia de Puertos del Estado localizada em Bilbao-Biscaia registou uma onda de 6,68 metros. Ao chegar ao litoral, as ondas estão a quebrar-se fortemente contra as praias e os espigões, deixando imagens espetaculares como as capturadas em Castro-Urdiales.

De momento não há notícias de danos relevantes derivados das ondulações. A última maré alta foi superada com sucesso, mas a próxima é temida, porque por volta das 18 horas coincidirá com um dos momentos de auge da tempestade. Até à meia-noite, são esperadas ondas entre os 5 e os 7 metros nas margens do Golfo da Biscaia e parte da costa galega, por isso aparecem laranjas no mapa os avisos da AEMET. Também hoje, os litorais de Girona, Delta do Ebro, Granada, sul de Almería e Baleares apresentam 'risco significativo'. Nestas áreas por possível ondulação de 5 metros.

Aviso vermelho amanhã em Menorca

Amanhã a tempestade marítima far-se-á sentir nas costas do noroeste e sudeste peninsulares, mas continuará com a mesma força no nordeste e sobretudo nas Baleares. A AEMET decretou aviso vermelho sobre possíveis ondas de 7 a 8 metros em Menorca, que incidirão especialmente no norte da ilha. De acordo com os mapas de ondas do modelo ECMWF, a ondulação não diminuirá até sexta-feira. Poderá até reforçar-se na próxima segunda-feira.

Publicidade