Tempo no fim de semana: primeiro chega o sol, depois regressa a chuva

Novembro tem sido rico em ‘chuvadas’, ventanias, frio que provoca desconforto térmico e hoje começaram os primeiros nevões impressionantes da temporada. Continuará assim? Confira aqui na previsão que tempo vai estar na sua cidade!

Alfredo Graça Alfredo Graça 14 Nov. 2019 - 22:05 UTC
Fim de semana de tempo seco e frio, com períodos de chuva em todo o país e um sol tímido.

Em pleno mês de novembro, o tempo tem experimentado a variabilidade típica do outono. Devido à incerteza no estado do tempo habitual para esta época do ano, é normal que mesmo a curto prazo, os modelos falhem nas previsões traçadas. Contudo, a massa de ar polar prevista há pelo menos uma semana pelo modelo ECMWF, atingiu Portugal e Espanha em cheio, gerando nevões impressionantes e belíssimos mantos ‘brancos’ que cobrem os pontos mais elevados do Norte e Centro peninsular.

Pôde-se observar queda de neve em áreas montanhosas dos distritos de Vila Real, de Bragança e também no Centro na serra da Estrela. O frio genuinamente invernal envolveu Portugal continental e provocou um elevado desconforto térmico, muito por força também das rajadas máximas de vento que ludibriaram a sensação térmica, parecendo que está mais frio do que aquele realmente registado pelos termómetros.

Para amanhã, sexta-feira, prevê-se uma mudança no panorama meteorológico. O céu vai estar parcialmente nublado em quase todo o país, antecipando-se várias abertas. Do distrito de Évora para Sul, incluindo o Algarve projeta-se céu limpo. Apesar disso, são esperadas nortadas intensas com rajadas máximas de 75 km/h, a soprar moderado a forte com especial impacto nas geografias do litoral Oeste.

A temperatura irá descer acentuadamente, quer nas máximas quer nas mínimas, evidenciando-se os vestígios da massa de ar polar proveniente da Gronelândia e do Ártico.

Sábado seco e algo soalheiro, domingo chuvoso

Para sábado 16 de novembro, prevê-se céu com vários períodos nublados nas regiões Norte e Centro, com possibilidade de algumas abertas devido a uma presença anticiclónica. A região Sul terá céu limpo na maioria das localidades. Os termómetros vão registar uma subida ligeira dos valores térmicos, prevendo-se máxima de 12 ºC no distrito do Porto, de 15 ºC no distrito de Lisboa, de 13 ºC no de Coimbra e no de Évora e 16 ºC no de Faro.

Poderá começar a chuviscar no final de sábado, antecipando-se intensificação da precipitação pelas 06h da madrugada de domingo, dia 17. O vento vai soprar fraco a moderado de Norte/Noroeste, com rajadas máximas de 40 km/h.

No domingo, devido à consolidação de uma perturbação frontal localizada a noroeste de Portugal continental, chegará chuva fraca a território continental, em várias localidades das regiões Norte e Centro. À região Sul finalmente chegará chuva fraca, sob a forma de chuviscos, com distribuição geográfica regular na maioria das localidades alentejanas e algarvias.

Note-se que no Algarve, as localidades da metade ocidental já irão registar precipitação fraca, ao invés das que se situam na metade oriental do distrito. Isto explica-se pelo efeito da continentalidade (quanto mais longe do Atlântico, menos provável será o surgimento de pluviosidade). O frio continuará a ser notório antecipando-se mínimas que oscilam entre os 2 ºC no distrito da Guarda e 11 ºC nos distritos de Lisboa e Setúbal. O vento soprará fraco a moderado do quadrante Oeste, soprando por vezes de Noroeste. Será um fim de semana com cenário meteorológico bipartido. Resgate os agasalhos do armário e recorra ao guarda-chuva!

Publicidade