Tempo esta semana: a gota fria volta a deixar aguaceiros e trovoadas

As tempestades que cresceram hoje ainda estão associadas à gota fria do últimos dias. Mas entre hoje e amanhã ela poderá voltar a reforçar-se para deixar uma nova vaga de tempestades proveniente do Atlântico. Saiba mais aqui!

Alfredo Graça Alfredo Graça 16 Set. 2019 - 18:56 UTC
As tempestades vão permanecer pelo menos até sábado e algumas serão localmente fortes.

A DINA (depressão isolada em níveis altos) continua a afetar Espanha num nível moderado, tendo já provocado estragos na Comunidade Autónoma de Madrid, em Arganda del Rey onde houve severas inundações. Portugal continental, tal como o previsto, teve apenas aguaceiros dispersos descarregados pela gota fria, alguma atividade elétrica repartida irregularmente, mas que foram vitais no combate aos incêndios florestais que já deflagravam em vários pontos do país no passado fim de semana.

De um modo geral, entre hoje e quarta-feira (18) existe um risco moderado de se gerarem aguaceiros de fraca a moderada intensidade nas regiões Norte e Centro (Minho, Douro Litoral, Trás-os-Montes e Alto Douro, Beira Alta, Beira Baixa, Alto Alentejo, e outros mais) podendo por vezes ser fortes, mas dispersos e irregularmente repartidos. Serão certamente acompanhados às vezes de granizo e trovoadas.

Nova gota fria a caminho de Portugal originada no Atlântico

As mais recentes atualizações do modelo ECMWF intuem uma nova depressão posicionada a oeste do continente português, defronte da linha de costa do Atlântico, que trará ar fresco e marítimo do Oceano. Devido ao centro de altas pressões (anticiclone) localizado a norte, e à mistura destes dois aspetos meteorológicos com a massa de ar quente e seco do interior da Península Ibérica, que também regista poeiras suspensas em grande quantidade, assistiremos ao desenvolvimento de uma bolsa de ar frio em altitude (DINA) derivado destes fatores atmosféricos, resultando em maior instabilidade do estado de tempo.

É difícil prever ao certo que localidades serão mais atingidas, uma vez que a gota fria tem sempre uma evolução e comportamentos algo imprevisíveis durante a sua trajetória. Hoje já notamos efeitos do comportamento da Gota Fria em várias localidades das regiões Norte e Centro. A semana arranca instável, quente e com tempo abafado, húmido e tropical. Amanhã prevê-se um agravamento do cenário, com ocorrência de aguaceiros e trovoada, destacando-se os territórios do interior. O vento soprará fraco a moderado de leste, rodando posteriormente para Norte e soprando mais intenso.

Na quarta-feira antecipa-se continuidade do cenário meteorológico, com chuvas localmente fortes mas dispersas, trovoadas e possível queda de granizo. O calor persistirá e o vento soprará fraco a moderado do quadrante Leste, rodando mais tarde para Oeste com aumento de intensidade.

Com base no ECMWF, há potencial para uma situação grave, com enorme possibilidade de chuvas e trovoadas, queda de granizo, rajadas de vento e grande densidade de relâmpagos nos mapas de raios. Isto remete sobretudo para toda a região Norte e grande parte da região Centro (sobretudo o interior). Existe também risco de inundações (flash floods) em Portugal continental.

Quinta-feira, o dia mais calmo?

A previsão revela que apenas deverão registar-se chuviscos com menor intensidade e possivelmente ausência de trovoada, mas até lá as condições atmosféricas podem alterar-se. Situação para acompanhar com muita atenção. Neste dia a temperatura máxima será de 21 ºC no Porto, 27 ºC em Bragança, 27 ºC em Lisboa, 28 ºC em Santarém, 30 ºC em Évora e 25 ºC em Faro. O vento soprará fraco a moderado de leste, girando para oeste posteriormente.

Publicidade