Massa de ar polar traz neve, chuva e muito frio esta semana

O tempo em Portugal esta semana será marcado novamente pela instabilidade atmosférica. Prevê-se chuva fraca a moderada, vento intenso e queda de neve. Onde choverá mais? Em que cidades vai nevar? Confira a previsão!

Alfredo Graça Alfredo Graça 11 Nov. 2019 - 16:54 UTC


Chuva, frio, vento e neve em Portugal esta semana. Prepare guarda-chuva e roupas quentes!

A semana arranca com temperatura amena e assim será, pelo menos, até quarta-feira. A instabilidade atmosférica que temos sentido nos últimos dias deu tréguas durante o dia de hoje, não se prevendo grandes situações de pluviosidade no território continental português. No entanto, a chuva regressa já a partir de amanhã, terça-feira (12), com os mapas do tempo a carregarem na precipitação e no vento que soprará moderado, por vezes forte, do quadrante Oeste.

O modelo ECMWF estima uma semana chuvosa, de céu muito nublado no Norte e Centro e parcialmente nublado, com algumas abertas, na região Sul. Vai chover com alguma abundância, especialmente entre terça e quinta-feira. A partir de dia 14 o tempo sofrerá uma alteração radical. Tudo devido à entrada de uma colossal massa de ar frio polar originária das latitudes mais setentrionais do hemisfério Norte do planeta que provocará uma descida acentuada da temperatura. O distrito da Guarda deverá registar mínimas negativas no dia 15 de novembro.

O modelo Europeu de previsão continua firme nas projeções de queda de neve, que será originada por essa majestosa entrada de ar polar vindo do Ártico. Antecipa-se elevada probabilidade de queda de neve a cotas de 1000/1200 metros, possivelmente 800 metros a partir do dia 14. Deverá nevar em localidades como Gerês, Montalegre, Alturas do Barroso e Serra da Estrela. Esta ‘língua’ de ar polar terá caminho aberto para a Península Ibérica devido à deslocação do anticiclone dos Açores para sudoeste e ao jet stream. Sucessivas perturbações frontais localizadas a noroeste do nosso país trarão chuva e vento a Portugal continental.

Ar polar provocará neve e muito frio

Novembro está a ser chuvoso e claramente caracterizado pela instabilidade atmosférica em quase todo o país. Alentejo e Algarve já registaram felizmente alguns períodos de precipitação, vitais para reverter a grave seca meteorológica que atravessam. Terça e quarta-feira serão dias de céu muito nublado no Norte e Centro do país. Nessas regiões projetam-se acumulados interessantes de precipitação. A região Sul terá céu parcialmente nublado. O nevoeiro aparecerá em várias localidades nos períodos matinais. A temperatura não sofrerá grandes oscilações entre terça e quarta-feira, embora se espere subida da mínima.

Para quarta-feira, prevêem-se máximas de 13 ºC no distrito da Guarda e 22 ºC no de Faro. As mínimas serão de 4 ºC no distrito da Guarda e de 13 ºC nos distritos de Aveiro e Lisboa. O vento vai soprar moderado a forte do quadrante Oeste, com rajadas máximas de 80 km/h nas terras altas.

Na quinta-feira, surge a dita massa de ar polar, provocando descida acentuada e generalizada das mínimas e das máximas em Portugal continental. A temperatura máxima será de 12 ºC no distrito do Porto, 13 ºC no de Coimbra e 10 ºC no de Portalegre. Esta situação continuará pelo menos até sexta-feira. Prevê-se neve nos locais montanhosos a altitude de 1000 metros, possivelmente menos até. Chuva fraca, por vezes sob a forma de aguaceiros nas regiões Norte e Centro, possivelmente até na região Sul. Esperam-se algumas abertas também. O vento soprará moderado a forte, com rajadas máximas de 90 km/h do quadrante Oeste. Estes são os primeiros indícios de que o inverno está a chegar, por isso, vista roupas quentes e use o guarda-chuva!

Publicidade