Frente atlântica traz chuva e frio na despedida do verão

Depois de uma semana marcada pela instabilidade atmosférica devido à gota fria, a chegada de uma frente fria proveniente do Atlântico vai acentuar a descarga de precipitação e descida da temperatura. Onde choverá mais? Confira aqui a previsão!

Alfredo Graça Alfredo Graça 20 Set. 2019 - 16:13 UTC


Frio e chuva serão o destaque do tempo em Portugal continental inteiro devido à chegada duma frente fria atlântica.

A semana em Portugal continental caracterizou-se por um panorama meteorológico condicionado pela presença de uma bolsa de ar frio em altitude que gerou tempestades, algumas severas, no interior Norte e Centro de Portugal. Em geral, esta situação instável gerou céu nublado a muito nublado, aguaceiros locais e intensos, queda de granizo, descida da temperatura e em algumas localidades do Norte português, nomeadamente Viseu e Bragança, chegou mesmo a provocar inundações. Nestes últimos dias estivais, parece que temos um outono antecipado. O verão de 2019 despede-se com imensa precipitação, aguaceiros generalizados, densa nebulosidade, vento intenso e descida abrupta das temperaturas.

Com base no modelo ECMWF, este estado de tempo vai manter-se no fim de semana. Aliás, devido à chegada de uma frente fria atlântica posicionada a noroeste de Portugal continental, que poderá ter sido gerada pelos resquícios do furacão Humberto (entretanto já diminuiu para tempestade tropical), o nosso país vai ser regado de norte a sul, sem exceção nos dias 21 e 22, mas com particular intensidade durante a jornada de sábado. Por isso mesmo, o IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera) já decretou aviso amarelo para oito distritos de Portugal continental devido à mais que provável ocorrência de períodos de chuva, por vezes forte, em especial até meio da manhã e durante a tarde nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Bragança, Vila Real e Coimbra. Esta situação arrastar-se-á até às primeiras horas da madrugada de domingo (22).

Onde choverá mais?

No sábado, começará a chover a partir das 07h da manhã de formada moderada, intensificando durante a manhã nos territórios do litoral Norte e Centro cujo aviso amarelo já está ativo. A frente fria atlântica estender-se-á para sul e para este durante a tarde, descarregando precipitação regular e contínua no interior da região Norte e Centro. Ao final do dia, já terá atingido o Alentejo e o Algarve, que aliás hoje mesmo já registaram alguma chuva.

A região Norte poderá mesmo superar os 56 l/m2, em especial no Minho e em partes do Douro. O interior da região Norte, correspondente a Viseu e Guarda, e os territórios mais orientais do distrito de Coimbra, vão atingir quase 50 l/m2. Outro destaque pode atribuir-se à quantidade de chuva acumulada até segunda-feira à 01h da manhã nas regiões do Alentejo (33 l/m2) e Algarve (12 l/m2), onde já não chovia de forma regular, contínua e moderada há imensos meses! O vento soprará moderado a forte em todo o país do quadrante Sul.

No domingo a frente fria já praticamente ter-se-á dissipado, ainda que a descarga de chuva se faça notar sobretudo na metade norte do território continental português. A precipitação será visível com maior intensidade durante as primeiras 5/7 horas da madrugada do dia 22 de setembro, o último dia do verão de 2019.

A temperatura máxima nesse dia será de 19 ºC no Porto, 15 ºC na Guarda, 22 ºC em Coimbra, 22 ºC em Lisboa, 23 ºC em Beja e 25 ºC em Faro. Quanto ao vento, neste dia diminuirá consideravelmente de intensidade, soprando essencialmente do quadrante Oeste. Está na hora de ir buscar os primeiros agasalhos e de empunhar o guarda-chuva!

Publicidade