StoreWindows10

A dança das cores de outono!

Sempre teve curiosidade em saber como e porquê as folhas das árvores mudam de cor no outono? Explicamos-lhe aqui!

Alfredo Graça Alfredo Graça 17 Out. 2018 - 08:16 UTC
A chegada de dias mais frios e com pouca luz solar interfere no pigmento clorofila, refletindo-se nas cores outonais.

Na estação do ano em que estamos agora, o Outono, as folhas das árvores abandonam o verde e presenteiam-nos com uma bonita mistura de amarelos e castanhos, onde se juntam tons laranja, vermelho e roxo. Isto pode ser explicado através da química!

A importância da clorofila

Aquilo que providencia a cor verde das folhas é o pigmento clorofila. As moléculas da clorofila absorvem a luz solar na região do vermelho e do azul e assim, a luz refletida pelas folhas tem falta destes dois tons o que faz com que a vejamos verde! A clorofila não é uma molécula estável e tem de ser continuamente sintetizada pelas plantas, o que requer constantemente sol e calor. Mas com a chegada do outono, chegam também dias mais frios e com pouca luz. O que advém disto?

Em plantas de folha caduca a produção de clorofila pára e o tom verde desvanece, permitindo dessa forma que se observem outros pigmentos igualmente presentes nas folhas. Um destes pigmentos é o caroteno, que absorve luz na região do azul e azul-esverdeado, refletindo-a depois como amarela. Os pigmentos de caroteno são consideravelmente mais estáveis que a clorofila, e quando esta desvanece das folhas, são os carotenos que lhes conferem a coloração amarela-dourada.

O estado de tempo influi nas cores do outono?

Outro grupo de pigmentos é composto pelas antocianinas, que absorvem a luz desde o azul até ao verde vivo. Desta forma, a luz refletida pelas folhas que contém antocianinas aparecem avermelhadas! As antocianinas são resultado da reação de açúcares com células vegetais. A acumulação gradual de açúcar provoca a síntese de antocianinas no final do verão, expondo dessa forma os tons avermelhados das folhas de outono. É também grupo de pigmentos o responsável pela cor das rosas, das uvas pretas e dos frutos vermelhos!

As folhas avermelhadas de outono resultam da síntese de antocianinas no final do verão.

Na verdade, o conjunto das cores outonais depende bastante do estado de tempo. As baixas temperaturas e a menor quantidade de incidência solar acabam por destruir a clorofila fazendo com que em simultâneo se estimule a criação de antocianinas.

Estas, por sua vez também dependem da concentração de açúcar nas folhas, a qual aumenta com o tempo seco. Isto significa então que as cores mais resplandecentes de outono são obtidas através de dias secos e algo ensolarados seguidos de noites frias!

Publicidade