Tempo no fim de semana: começa com chuva e depois arrefece

Novembro acaba tal como começou, com chuva, nevoeiro e frio. A partir do dia 1 de dezembro, próximo domingo, teremos mudanças no estado do tempo. Afetar-nos-á uma massa de ar muito frio. Confira aqui o tempo na sua cidade!

Alfredo Graça Alfredo Graça 29 Nov. 2019 - 18:30 UTC


Este fim de semana corresponde à perfeita definição do tempo de inverno, com chuva, muito frio e o conforto do lar.

Novembro termina amanhã e com ele, acaba também a chuva... por agora. De momento, os modelos de previsão, como o Europeu, projetam um cenário de mudança generalizado a todo o país. Este mês foi prolífico em chuva, frio, nevoeiro e alguns nevões pelo país fora, evidenciando em pleno outono as típicas chuvas torrenciais e até um ‘cheirinho’ a inverno, especialmente devido à notória descida das temperaturas e da queda de neve a cotas de 800 metros ou acima disso.

Amanhã, teremos um dia ainda algo chuvoso, com maior impacto das frentes atlânticas na região Norte (sobretudo Minho) e em partes da região Centro (derivadas duma depressão a norte da Península Ibérica), com o Sul a ficar praticamente de fora da equação, ainda que com períodos nublados e possivelmente, chuva fraca nalgumas cidades. A temperatura manter-se-á semelhante ao dia de hoje e tanto a jornada de sábado, como a de domingo, serão marcadas pela nebulosidade durante maior parte do dia, com pouco espaço para abertas.

A situação sinótica, porém, vai alterar-se de forma radical a partir do dia 1 de dezembro, próximo domingo. As próximas 24 a 36 horas serão sobretudo caracterizadas por períodos de chuva persistente, mas no domingo será protagonista do tempo, o frio colossal que se refletirá na notável descida das temperaturas de norte a sul de Portugal continental. Até às 09h da manhã de domingo, prevê-se precipitação fraca nalguns territórios portugueses, mas após esse período, Portugal vai ser afetado por uma massa de ar frio. Sentiremos um incremento óbvio do desconforto térmico que proporcionará o reforço das lareiras e da indumentária de inverno. De facto, é no domingo que se assinala o início do inverno climatológico.

Sábado de chuva e vento de Oeste

Além da chuva que descarregará chuva fraca, por vezes moderada, em grande parte do território continental, o nosso país será influenciado por vento moderado de Sudoeste ou Oeste, por vezes forte, com rajadas máximas de 80 km/h nas terras altas. A temperatura mínima oscilará entre 4 ºC no distrito da Guarda e 13 ºC nos distritos de Lisboa e Setúbal. Os termómetros vão registar temperatura máxima de 18 ºC nos distritos de Santarém, Lisboa e Beja e de somente 12 ºC no distrito da Guarda. Mais um dia que seremos fielmente protegidos pelo guarda-chuva!

Domingo muito frio, mas quase sem chuva

Para dia 1 de dezembro, o tempo invernal começa verdadeiramente a sentir-se na pele, com possível enregelamento rápido. A redução da temperatura será drástica devido à chegada duma massa de ar fria vinda de nordeste em resultado da subida em latitude do anticiclone dos Açores, que deixa via aberta para a injeção deste ar gélido. Assim, prevê-se queda de neve acima dos 1600 metros de altitude. Vai precipitar nas primeiras 6 a 9 horas de domingo, com especial impacto nas localidades do Norte do país. Teremos nortadas moderadas a fortes que vão aumentar o frio, já de si notório. A temperatura mínima será de 1 ºC no distrito de Bragança e de 9 ºC no do Porto, com máxima de 16 ºC nos distritos de Lisboa, Setúbal e Faro. Está na hora de acender as lareiras e reforçar o vestuário de inverno!

Publicidade