Tempo no fim de semana: agosto termina quente e seco

Após uma semana que arrancou com tempestades devido à presença da ‘gota fria’, a atmosfera estabilizou, trazendo subida das temperaturas, sol, calor e tempo agradável. E no fim de semana, prevêem-se mudanças? Confira a previsão!

Alfredo Graça Alfredo Graça 30 Ago. 2019 - 13:03 UTC
Agosto terminará quente e seco, com perspetivas de céu limpo em quase todo o país e tempo a convidar para ir à praia.

O fim de semana está aí à porta e para quem ainda pretende aproveitar os últimos ‘banhos’ de sol e calor de agosto, interessa saber como vai estar o tempo em Portugal continental. O modelo ECMWF antecipa um fim de semana sem grandes perturbações do tempo, com temperaturas dentro dos valores de referência para a época, tempo quente e estável, alguma nebulosidade no litoral Norte e para já sem qualquer indício de precipitação.

Teremos por isso períodos de céu muito nublado a persistir em todo o litoral Norte, abrangendo a sua influência também até ao distrito de Leiria, já enquadrado no litoral Centro. Os termómetros registarão valores semelhantes aos últimos dias, esperando-se entretanto que domingo o tempo arrefeça. A máxima registará descidas mais evidentes.

O dia hoje continuará quente, com céu limpo em quase todo o país, exceto em algumas localidades do litoral Norte e Centro, onde poderá persistir alguma nebulosidade junto ao litoral. O vento soprará fraco a moderado de noroeste. Saliente-se também o aquecimento da água do mar, resultando em temperatura de 22 ºC a 23 ºC no litoral algarvio. O aquecimento das águas oceânicas deve-se à orientação do vento que girou nos últimos dias para o quadrante Sul – especificamente sudeste - conhecido como ‘Vento de Levante’, um vento regional que se faz notar sobretudo durante a época estival (verão) nas regiões do sul de Portugal e de Espanha.

Este vento, originário do deserto do Saara, sopra de este ou sudeste, como no caso do dia de hoje e é marcadamente quente e seco. Gera-se no momento em que as elevadas temperaturas criam uma depressão no interior da Península Ibérica que se estende até ao Norte de África, ao mesmo tempo que na Europa Central se instala um anticiclone. Contudo, é questionável que as águas do mar se mantenham assim muito mais tempo já que tudo indica que as nortadas não tardarão a chegar, resultando no arrefecimento das camadas superficiais do oceano.


Para amanhã não se prevêem grandes alterações. A nebulosidade poderá carregar os céus ainda mais no litoral Norte, não sendo de descartar eventuais chuviscos. Na faixa atlântica e algumas localidades do interiores dos distritos de Viana do Castelo e Leiria, o céu estará nublado em total oposição ao restante território, com céu limpo. O vento manterá a tendência de soprará fraco a moderado, por vezes forte, em algumas localidades junto a Coimbra, Leiria e Lisboa.

No domingo o tempo arrefece

O modelo Europeu de previsão antecipa um dia de céu limpo na metade austral do país, em concreto do distrito de Lisboa (inclusive) para sul. A norte de Lisboa teremos períodos de céu pouco nublado com algumas abertas e descida das máximas e das mínimas. A temperatura máxima será de 24 ºC no Porto, 28 ºC em Braga, 27 ºC em Lisboa, 30 ºC em Santarém, 34 ºC em Évora e 29 ºC em Faro. Vento soprará fraco a moderado de Noroeste.

Publicidade