Semana Santa arranca ‘cinzenta’ e com chuva, será assim até à Páscoa?

Esta Semana Santa teremos tempo muito variável, desde períodos de sol até chuva e nebulosidade em abundância em grande parte do país. Consulte aqui todos os detalhes!

Páscoa Consulta o nosso especial Tempo na Páscoa

Menina à janela
Este ano a Semana Santa e o tempo terão de ser apreciados desde o interior dos nossos lares.

A Semana Santa em 2020 não terá a típica azáfama que lhe é reconhecida anualmente. O confinamento forçado impede que este ano muitas pessoas estejam perto dos seus familiares, devido às trágicas circunstâncias impostas pela pandemia da COVID-19. No entanto, a meteorologia continua a demonstrar fulcral importância para setores como o agrícola, o dos transportes de mercadorias ou o das emergências sanitárias.

Esta semana teremos um panorama meteorológico que ilustrará perfeitamente como é o tempo no esplendor da primavera. As temperaturas vão subir nitidamente, com a imposição das altas pressões, tanto em superfície como em altura, mas a curto e médio prazo seremos novamente bombardeados com alguma instabilidade proveniente do Atlântico.

Vai chover pelo menos até à Sexta-feira Santa

A primavera continua a todo o gás com estados do tempo bastante variáveis. A circulação de um núcleo depressionário oriundo do Atlântico vai descarregar precipitação fraca e geograficamente irregular pelo país até quarta-feira. Hoje o dia foi particularmente húmido e cinzento, com alguns períodos mais ventosos. A nebulosidade foi-se adensando no horizonte com o passar das horas e amanhã o cenário não muda, ainda que com menos chuva. O vento Sul continuará a soprar fraco a moderado.

De acordo com o ECMWF, o padrão será este até quarta-feira: aguaceiros dispersos pelo interior continental, e chuva débil mas com alguma persistência no litoral Norte e Centro. As regiões Centro e Sul vão registar alguma precipitação, que em alguns pontos da Beira Baixa e Alentejo poderá ser acompanhada de trovoada.

Na quinta-feira voltaremos a ser atingidos por outra frente atlântica, que ao desenvolver-se, distribuirá chuva ‘com fartura’ de norte a sul, apesar de uma maior incidência geográfica na metade setentrional do país. A precipitação cairá com abundância desde o Norte até à fronteira sul com o rio Tejo. Esta variabilidade alternará, no entanto, com algumas manhãs ou tardes soalheiras, mantendo-se assim pelo menos até à Sexta-feira Santa .

Para quem gosta de calor, há uma boa notícia porque os termómetros vão registar uma pequena subida das temperaturas ao longo dos próximos dias. Em geral, o tempo esta semana apresentará uma faceta húmida, cinzenta, instável e irregular, insistindo na sua típica variabilidade primaveril na geografia continental e insular portuguesa. De facto, as baixas pressões vão continuar a intrometer-se, nunca deixando o território luso em paz.

E no fim de semana da Páscoa?

Ainda é cedo para confirmar, mas os modelos sugerem uma tendência de tempo mais estável no fim de semana de Páscoa. Teremos alguns períodos de céu nublado no sábado, com o sol a surgir noutras áreas do país, mas há um elemento climático que se realça claramente: a temperatura. No Domingo de Páscoa, a máxima será de 23 ºC em cidades como Lisboa e Évora.

O céu vai estar limpo em várias cidades portuguesas, algumas com céu pouco nublado. Prevê-se assim um padrão meteorológico mais estável, ameno e soalheiro no fim de semana da Páscoa, com chuviscos somente no Baixo Alentejo. Ainda faltam alguns dias, e tudo se pode alterar numa questão de horas. Até lá, vá usufruindo do tempo a partir do terraço, quintal ou varanda da sua casa.