tempo.pt

Tornado grande e invulgar causa desastre na República Checa

A noite passada foi muito longa no sudeste da República Checa, onde um grande tornado arrasou várias cidades, deixando pelo caminho várias vítimas mortais e centenas de feridos. Aqui estão as últimas notícias.

"É como se uma guerra tivesse deflagrado". Foi assim que há algumas horas atrás as autoridades da República Checa definiram, depois de verem ao vivo como estava a situação após a passagem de um tornado devastador que deixou um rasto de destruição há algumas horas no distrito de Hodonín (Morávia do Sul), no extremo sudeste da República Checa.

Uma poderosa supercélula atingiu várias cidades, com granizo do tamanho de bolas de golfe e aguaceiros muito intensos. No entanto, a angústia apoderou-se dos habitantes da região quando um grande tornado começou a arrasar várias localidades. Foi um evento anormalmente intenso e destrutivo, e os meteorologistas locais estimam que as rajadas de vento associadas ao tornado podem ter ultrapassado os 300 km/h (pelo que poderíamos estar perante um EF-4), o mais forte da história moderna deste país da Europa Central, que já não registava qualquer tornado desde 2018.

As cidades mais atingidas pelo tornado foram Hrusky, Mikulcice, Moravská Nová Ves e Luzice, onde numerosas casas foram muito danificadas, enquanto centenas de árvores foram arrancadas e erguidas como se fossem feitas de papel. Também há testemunhas que afirmam que vários veículos foram deslocados e levantados pelo redemoinho.

Infelizmente, há vários mortos e centenas de feridos, e as operações de busca ainda estão em curso. Tem sido uma noite de pesadelo para a região, que durante várias horas esteve cortada quer por estrada, quer por comboio. Além disso, milhares de pessoas tiveram de passar a noite sem eletricidade.