tempo.pt

Último fim de semana de novembro em Portugal: frio, chuva e risco de geada!

Um fluxo húmido de oeste trará mais chuva e vento a Portugal continental esta quinta-feira. No entanto, o estado do tempo mudará a partir de sexta, à entrada para o último fim de semana de novembro. O que irá acontecer? Consulte a previsão!

geada; frio; tempo; Portugal
O último fim de semana de novembro registará tempo variável, com destaque para o risco de formação de geada nalguns locais do interior de Portugal.

Os últimos dias em Portugal continental têm sido recheados de precipitação abundante e persistente. A chuva fraca, pontualmente moderada, tem regado com “fartura” as Regiões Norte e Centro da nossa geografia, isto é, a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela que serve de barreira orográfica à passagem da água para sul, ao reter grande parte das nuvens e da precipitação. Assim, não é de admirar que a precipitaç��o que chega ao Alentejo e ao Algarve seja muito escassa.

Em vários distritos nortenhos (Viana do Castelo, Braga, Porto, etc) tem sido comum a ocorrência de inundações e os transbordamentos de alguns rios que, carregadíssimos de água, galgam as margens e espalham-se pelos campos e estradas em redor. Além disso, também houve alguns deslizamentos de terra.

Refira-se que algumas barragens recuperaram bastante os níveis de armazenamento, estando agora repletas de água. Tudo isto ocorreu nos últimos dias (e semanas), fruto da circulação húmida e subtropical de Sudoeste, bem como de frentes atlânticas vindas de Noroeste, por vezes suportadas pelos ditos rios de humidade.

Vai chover mais em Portugal esta quinta-feira

Esta quarta-feira (23) choveu bastante durante a madrugada e início da manhã em boa parte do nosso país, mas, entretanto, o céu ficou nublado, tendo-se registado apenas alguns chuviscos durante a tarde. Por volta da meia-noite de quarta (23) para quinta-feira (24), uma nova vaga de precipitação procedente do Atlântico alcançará o país, regando mais de dois terços do território de Portugal continental nas primeiras 12 horas do dia.

Será abundante no Noroeste, especialmente nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Vila Real e Viseu. Pontos do Nordeste Transmontano e da Beira Alta também poderão registar acumulações relativamente expressivas. Por oposição, vastas áreas do Baixo Alentejo e do Algarve, ainda altamente carenciadas de água, irão infelizmente escapar à chuva.

Também se prevê uma ligeira descida da temperatura máxima. O vento manter-se-á tendencialmente de Sudoeste. Fraco, por vezes moderado, no litoral, mas com rajadas fortes no interior que poderão ser de até 80 km/h! Por fim, atenção à forte agitação marítima que já deixou uma significativa parte da faixa costeira ocidental em aviso laranja (do distrito de Viana do Castelo ao de Leiria inclusive) até meio da tarde desta quinta-feira (24), por causa das ondas de noroeste com 5 a 6 metros, e altura máxima até 11 metros.

Tréguas na precipitação durante dois dias

A partir de sexta-feira (25) espera-se uma mudança abrupta no estado do tempo em Portugal continental. Graças a uma robusta crista anticiclónica posicionada sobre a Península Ibérica, as condições meteorológicas ficarão consideravelmente mais estáveis. Prevê-se tempo mais soalheiro e frio, com o vento a soprar de Leste/Nordeste e a contribuir para um agravamento da sensação térmica de frio, sobretudo à noite. Os termómetros irão registar uma queda nos valores de temperatura, tanto na máxima como na mínima.

descida da temperatura; geada; mapa ecmwf; portugal continental
Além do risco de formação de geada, também se prevê uma descida considerável da temperatura nos próximos dias.

Em parte do fim de semana (sábado, 26) irá reinar o tempo anticiclónico, sem chuva e com céu pouco nublado ou limpo. O ambiente noturno ficará ainda mais gélido, esperando-se mínima de 1 ºC em Bragança, de 3 ºC em Vila Real e Guarda e inferior a 10 ºC em praticamente todo o país, exceto em Faro. A máxima será mais quente no litoral, oscilando grosso modo entre 17 ºC e 19 ºC, ao passo que no interior, onde será mais fresca, deverá oscilar entre 12 ºC e 16 ºC.

Haverá também risco de formação das primeiras geadas em locais do interior Norte e Centro, tanto no sábado, como no domingo (27). A nebulosidade prevê-se alta e média em boa parte do país no domingo (27). No entanto, para algumas regiões portuguesas, devido à chegada de uma frente pouco ativa, prevê-se alguma chuva durante a tarde. Será, de novo, mais expressiva na Região Norte, sobretudo no Minho.