Tempo esta semana: sol em quase todo o país!

Esta semana o nosso país continuará a ser afetado pela presença de um bloqueio anticiclónico, sinónimo de ausência de chuva e tempo soalheiro. Confira a previsão!

Alfredo Graça Alfredo Graça 11 Mar. 2019 - 08:27 UTC
Semana em Portugal continental marcada por tempo soalheiro devido às altas pressões exercidas pelo bloqueio anticiclónico.

Para amanhã, prevê-se uma pequena alteração no panorama meteorológico em relação ao dia de hoje que continua a ser caracterizado por um sistema de altas pressões, sinónimo de alta de temperaturas e completa ausência de precipitação. Na verdade, além do adensar da nebulosidade em todo o território, espera-se a queda de chuva fraca com especial impacto na região Norte e em particular nas regiões minhota e do Douro Litoral. Com o decorrer das horas, a precipitação estender-se-á para Sul e para Este, tendo impacto na maioria das terras a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela.

Nesse momento, os solos serão polvilhados por aguaceiros de fraca intensidade, nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto e Vila Real. Quanto ao vento, soprará fraco a moderado (30 km/h) proveniente do quadrante oeste, tendendo a aumentar de intensidade em particular nas terras altas. Ao longo do dia, o vento não só aumentará de intensidade soprando forte (45 km/h) como será caracterizado por nortadas.

Devido à significativa amplitude térmica, no período da noite os portugueses vão sentir um acentuado arrefecimento noturno, por força da descida radical das temperaturas. Em alguns locais, de grandes vales e rios a propensão ao aparecimento de nevoeiro será maior. Em termos gerais, ocorrerá um ligeira descida da temperatura.

Na quarta-feira prevê-se que o céu comece a perder nebulosidade, tornando-se progressivamente pouco nublado ou limpo nas regiões Centro e Sul. No Norte, as nuvens irão perdurar. A possibilidade de chuva é real na região Norte, embora apenas sob a forma de chuviscos. O vento soprará fraco a moderado, do quadrante norte, sendo forte na linha de costa ocidental pela existência de rajadas de 65 km/h. À noite, sentir-se-é uma descida radical das temperaturas. Em geral, o dia será caracterizado por nova descida da temperatura, em especial da máxima.

Subida da temperatura e sol a partir de quinta-feira

Na quinta-feira o céu estará praticamente limpo em todo o país, com vento fraco a moderado de nordeste. Por vezes soprará forte nas terras altas (40 km/h) durante a manhã. Espera-se igualmente que os termómetros registem uma pequena subida da temperatura máxima em vários distritos, como por exemplo na Guarda e em Lisboa. Para sexta-feira, além de ausência de chuva, a temperatura sofrerá ligeiro aumento novamente, com o país em geral a ser invadido por um tempo primaveril ligeiramente precoce.

Nos Arquipélagos, os Açores terão uma semana caracterizada pela presença de nebulosidade espessa, com possibilidade de chuva fraca em Ponta Delgada e temperatura máxima na ordem dos 16 ºC. No Funchal, vai chover de forma fraca durante quase toda a semana, com temperatura máxima a oscilar entre 17 ºC e 19 ºC e vento predominante de nordeste.

Publicidade