tempo.pt

Fim de semana prolongado: que tempo teremos?

Depois de uma semana de contrastes, com o tempo ameno no litoral e relativamente quente no interior, como será o fim de semana prolongado que se aproxima? Saiba tudo, aqui!

Céu com alguma nebulosidade.
É expectável que as temperaturas continuem elevadas no interior e amenas no litoral ocidental, sempre com a presença de alguma nebulosidade.

Tal como consta na previsão do nosso portal, a semana ficou marcada por contrastes a nível regional, já que se verificaram temperaturas relativamente amenas (quase sempre entre os 20 °C e os 25 °C) no litoral do território continental, mantendo-se a toada de mais calor no interior do país.

Aliás, o calor que se fez sentir durante a semana nestas regiões foi responsável pela ocorrência de incêndios florestais de grandes dimensões, estando um ainda por controlar, numa área de extrema importância a vários níveis, como é o caso do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE). Este incêndio lavra há vários dias, apesar da impressionante alocação de meios de combate, sendo que já destruiu uma área que corresponde a cerca de 10% da área total do PNSE.

Não menos impactante foi a situação vivida no grupo central do Arquipélago dos Açores, na Ilha Terceira. Um episódio de precipitação intensa acompanhada de forte trovoada para além dos habituais danos materiais, provocou 11 feridos, todos da mesma família e na mesma habitação aquando da queda de um raio.

O que nos reserva o fim de semana alargado?

Do ponto de vista das temperaturas, a tendência da semana parece manter-se no início do fim de semana. Para o dia de sexta-feira prevê-se que todo o interior, de Norte a Sul, registe temperaturas máximas acima dos 30 °C, com especial destaque para as cidades de Évora e Beja que chegarão ao 36 °C e 37 °C, respetivamente. No interior Norte e Centro pode ocorrer alguma precipitação acompanhada de trovoada. Já no litoral Sul, a temperatura máxima pode subir, sendo previsível que os termómetros cheguem aos 28 °C em Faro.

Já o litoral Oeste (Norte do Cabo da Roca) pode apresentar alguma neblina ou nevoeiro principalmente durante a manhã. O vento vai soprar fraco do quadrante Oeste podendo verificar-se um aumento de intensidade durante a tarde.

Tanto para sábado como para domingo são esperadas praticamente as mesmas condições: temperaturas amenas no litoral ocidental, com a adição nestes dias de alguma nebulosidade principalmente no período da manhã, mas que poderá persistir durante todo o dia no Sul do país. Nesta região está prevista alguma trovoada dispersa, durante o dia de sábado.

Para o Litoral Noroeste (Viana do Castelo) é expectável que ocorra alguma precipitação na manhã de domingo, dia em que está prevista uma descida generalizada da temperatura máxima, fazendo os termómetros descer abaixo dos 30 °C na maior parte do país.

Nos territórios insulares vai manter-se o padrão climático característico do verão: amplitudes térmicas muito baixas e alguma precipitação, influência do oceano. Nos Açores é esperada alguma precipitação nos Grupos Ocidental e Central, na sexta e no sábado. No Arquipélago da Madeira também é expectável neste período a ocorrência precipitação, sendo que a temperatura mínima estará na casa dos 20 °C e a máxima irá variar entre os 23 °C e os 24 °C.

Previsão modelo ECMWF.
Previsão da temperatura em Portugal Continental, às 12 horas de segunda-feira, 15 de agosto.

Segunda-feira, mais um dia do fim de semana!

Este fim de semana tem a particularidade de ter mais um dia, e ser um dos mais importantes do ano, pois marca o início do período de férias para milhares de famílias portuguesas e ainda para milhares de imigrantes que aproveitam o verão para visitar a família a gozar de um merecido descanso.

Do ponto de vista da meteorologia, para este dia, é expectável que as temperaturas máximas voltem a subir, principalmente no interior, sendo que todo o litoral ocidental, bem como o interior Sul poderão contar com nebulosidade ao longo do dia.

O fim de semana não deverá ser muito diferente da semana, no entanto, na segunda-feira, espera-se um novo aumento da temperatura no interior do país.

Com a situação de seca severa a agravar-se de dia para dia, ainda não é neste fim de semana que se verificará precipitação capaz de minimizar a situação. Uma má notícia para os aquíferos, para a agricultura e para a população a médio prazo, mas uma excelente notícia para quem aproveita esta altura do ano para disfrutar de férias.