Está previsto um eclipse solar incrível em Portugal... quando?

Todos os olhos estarão postos no eclipse de 4 de dezembro de 2021, mas este não será visível de Portugal. Quando poderemos assistir a um eclipse solar total na Europa? Aqui estão algumas datas: não terá de esperar muito tempo!

eclissi-di-sole
Um eclipse solar total ocorre quando a Lua produz uma obscuridade do disco solar.

Por estes dias, todos os olhos estarão postos no eclipse solar de 4 de dezembro de 2021, mas que não será visível de Portugal e da Europa. De facto, só será visível a partir da Antártida. Tal como já explicamos, para assistir a este fascinante fenómeno astronómico existem muitas dificuldades, tanto logísticas (chegar à Antártida não é fácil nem barato...) como as relacionadas com a meteorologia, devido às temperaturas extremas e à nebulosidade. A pergunta que muitos de nós fazemos é: quando será visível um eclipse solar total ou parcial em Portugal e na Europa?

O eclipse parcial do Sol de 25 outubro de 2022

Anote esta data: 25 de outubro de 2022. Falta menos de um ano, mas nesse dia haverá um evento importante: um eclipse solar parcial na Europa. A percentagem de obscuridade do disco solar pela Lua será maior na Europa de Leste e Escandinávia. Em Helsínquia a obscuridade excederá 50%, em Kiev será de 51%, em Estocolmo de 46% e em Bucareste de 40%.

A obscuridade será menor na Europa Central (em Berlim a obscuridade do Sol será de 32%, enquanto que em Paris e Londres apenas 13 e 15%). Na Península Ibérica teremos de esperar pelo próximo eclipse, já que o do ano que vem será praticamente impercetível em Espanha e Portugal.

12 agosto de 2026, eclipse solar quase total em Portugal!

Teremos de esperar mais alguns anos por um eclipse solar espetacular na Europa, mas valerá a pena! A 12 de agosto de 2026, um eclipse solar total será visível do centro-norte de Espanha, das Ilhas Baleares e da Islândia, enquanto noutras áreas do continente - especialmente no centro e oeste - será parcial, com uma percentagem muito elevada de obscuridade, bem superior à de 2022. Em Portugal a percentagem será superior a 90%!

A 12 agosto de 2026 um eclipse solar total será visível desde Espanha e Islândia. Noutras partes da Europa o eclipse será parcial, mas o espetáculo estará assegurado porque a obscuridade será muito pronunciado.

O eclipse solar total de agosto de 2026 será visível primeiro na Islândia, depois em Espanha e nas Ilhas Baleares. Isto acontecerá à tarde, quase no pôr-do-sol.

Prevê-se que em Lisboa, à semelhança do resto de Portugal continental, o eclipse seja quase total (obscuridade superior a 90%) e que comece perto das 17h40, terminando pelas 19h30. Mesmo a uma distância maior, os Açores continuarão a ver um eclipse com obscuridade superior a 70%.

Um eclipse solar total leva-o da noite para o dia em pouco tempo, um espetáculo da natureza raro e absolutamente imperdível.

Em Espanha, o eclipse será visível na totalidade de cidades como Oviedo, Valência, Barcelona e Saragoça, de Palma de Maiorca e Bilbao, e também de Segóvia, muito perto de Madrid. Na capital espanhola, porém, a obscuridade será muito elevada, mas o eclipse não será total.

O primeiro eclipse solar total na Europa desde 11 de agosto de 1999

Será o primeiro eclipse total visível em Espanha desde 1905, e o primeiro no continente europeu desde 11 de agosto de 1999. Fora de Espanha, a obscuridade será parcial mas ainda muito significativo, superando 90% em várias regiões. As áreas mais afetadas serão a Irlanda, Grã-Bretanha, Portugal, França e Itália.

2 agosto 2027, um eclipse espetacular no Mediterrâneo

Nem um ano após o histórico eclipse solar de 2026, outro eclipse solar irá proporcionar um grande espetáculo na Europa do sul. Será o eclipse de 2 de agosto de 2027, e desta vez a observação será melhor no sul de Espanha, Portugal e Itália. Também poderão desfrutar do evento no Norte de África, de Marrocos à Tunísia.

O eclipse será total no extremo sul de Espanha, trazendo a noite para a Andaluzia, de Málaga a Cádiz, mas também para Sevilha (98% de obscuridade) e Granada (99%). Em Portugal será impressionante em Lisboa, com mais de 92% de obscuridade, e na região do Algarve (mais de 98%).

O eclipse solar anular de 1 de junho de 2030

A 1 de junho de 2030 às 06:29:13 UTC haverá um eclipse solar anual, que será visível principalmente da Argélia, Tunísia, Grécia e Turquia. Um eclipse anular ocorre quando a Lua está perto do apogeu e o seu diâmetro angular é menor do que o solar. Desta forma, um anel luminoso fica visível à volta do disco lunar.

21 de junho de 2039 e 5 de novembro de 2059

Para encontrar outros eclipses solares totais ou parciais com uma cobertura significativa na Europa, teremos que esperar alguns anos. O eclipse de 21 de junho de 2039 será visível principalmente no norte e leste da Europa, enquanto que o eclipse total de 5 de novembro de 2059 será visível de Itália e França: será total sobre a Sicília, Sardenha, Córsega e sul de França, embora também possam desfrutar do espetáculo em algumas partes da Catalunha e dos Pirenéus.