tempo.pt

Alterações climáticas e migração: o exemplo dos Himalaias

As alterações climáticas estão a causar dificuldades na agricultura. Usando o exemplo da região indiana de Uttarakhand, explicamos isto com mais detalhe.

Himalaias
As alterações climáticas estão a tornar a vida cada vez mais difícil para a população dos Himalaias, especialmente na agricultura.

Como um modificador de risco, as alterações climáticas estão a influenciar as condições de migração no estado indiano dos Himalaias de Uttarakhand. Utilizando os últimos dados climáticos, um novo relatório produzido sob a égide do projeto EPPIC (East African Peru India Climate Capacities) examina como os impactos climáticos, tais como a alteração dos padrões de precipitação e o aumento de eventos meteorológicos extremos, estão a afetar a agricultura de montanha e os processos de migração do estado.

Ao apresentar os estudos, investigadores e membros de painéis também discutiram que políticas são necessárias para gerir os fluxos migratórios e revitalizar a economia.

"Este relatório visa explicitamente fornecer os alicerces baseados em provas para o diálogo ciência-política", explica Hans Joachim Schellnhuber, Diretor Emérito do Instituto Potsdam para a Investigação do Impacto Climático (PIK) e Ajay Mathur, Diretor-Geral do Instituto de Energia e Recursos (TERI), Índia, no seu prefácio conjunto. "Pode servir para iniciar conversações sobre a questão e reforçar os planos de ação climática e as políticas de migração."

O aquecimento global deve ser travado

A temperatura da superfície precisa de ser mantida abaixo dos 2 °C para que as comunidades rurais montanhosas em Uttarakhand possam continuar a viver nos lugares a que chamam lar. O estudo, "Locked Houses, Fallow Lands: Climate Change and Migration in Uttarakhand, India", discute como os efeitos das alterações climáticas estão a influenciar a decisão das pessoas de migrar das montanhas para as planícies, deixando para trás um número crescente de aldeias desabitadas.

Alterações climáticas e agricultura
As alterações climáticas também requerem grandes mudanças e adaptações na agricultura.

O relatório faz também recomendações políticas concretas, incluindo assegurar uma migração segura e ordenada daqueles que migram, criar e apoiar oportunidades alternativas de subsistência para os agricultores do Estado, em grande parte baseados na subsistência, ou treiná-los para diversificar as suas culturas. "Com os passos certos para mitigar os impactos das alterações climáticas, continuarão a existir oportunidades significativas", concluem os autores.

As comunidades agrícolas sofrem com as alterações climáticas

"Estabilizar a subsistência rural e investir numa agricultura tradicional melhorada são trampolins fundamentais para um futuro sustentável em Uttarakhand."

"As pessoas na região cuja subsistência depende da agricultura estão realmente a assistir, a observar e a sofrer com os efeitos das alterações climáticas", disse o autor principal do relatório, Himani Upadhyay, no lançamento de hoje. "Afeta o seu armazenamento doméstico de alimentos, a sua segurança alimentar, o seu rendimento e os seus recursos. Todas estas coisas estão interligadas e é necessária mais investigação para continuar a explorar estas dinâmicas". É claro que as alterações climáticas têm um grande impacto não só na agricultura da Índia, mas também a nível global. Este é apenas um exemplo de muitos. Também em Portugal, as alterações climáticas estão a causar problemas aos agricultores e à natureza.