Tempo esta semana: temperaturas descem acentuadamente

Sem grandes alterações no atmosfera, que novidades no tempo esta semana em Portugal? Entre uma diminuição acentuada das temperaturas, não deixe de espreitar as previsões!

Alfredo Graça Alfredo Graça 07 Jan. 2019 - 05:17 UTC
A geada predominará nos campos nas primeiras horas da manhã, especialmente no interior.

Para amanhã, terça-feira prevê-se mais um dia bastante frio, com as temperaturas mínimas a situarem-se abaixo de 0ºC, principalmente em vales e planícies. Ao longo da tarde, o sol vai gerar calor e as temperaturas vão disparar, aumentando para valores entre os 15 ºC e os 19 ºC, em especial nos locais mais resguardados e com vertente soalheira. A persistência de nevoeiro em vales da bacia do Douro, bem como a queda de gelo e sincelo está prevista para estes locais.

A temperatura do ar vai continuar a demonstrar valores negativos o que poderá interferir significativamente no setor agrícola. O céu estará pouco nublado ou limpo, resultado da presença do anticiclone que providencia a ausência de nebulosidade por já há algum tempo em termos cronológicos. O vento soprará fraco a moderado, do quadrante leste em termos gerais sendo que, temporariamente, poderá tornar-se nortada, no litoral Oeste. Nas terras altas, o vento poderá atingir por vezes rajadas de 40 a 50 km/h. Nas áreas montanhosas do Norte e Centro, o vento será mais frio, gélido e soprará de forma intensa.

Para quarta-feira, não estão previstas grandes alterações no panorama meteorológico. Aliás, o céu permanecerá em todo o país pouco nublado ou limpo, com vento a dominar do quadrante leste, por vezes virando a norte no litoral oeste e soprando com maior intensidade nas terras altas das regiões Norte e Centro. A presença de geada em áreas do interior português é praticamente um dado adquirido dadas as temperaturas que se fazem sentir, bem como a formação de nevoeiro matinal em vales e terras baixas. Destaque-se ainda o acentuado arrefecimento noturno que se reflete numa enorme amplitude térmica diária, notando-se isto particularmente quando deixa de existir a luz solar. As temperaturas baixam drasticamente.

Na quinta-feira, o estado de tempo manter-se-á praticamente igual. Céu pouco nublado a limpo na generalidade do território português, com vento fraco a moderado ainda de quadrante leste. Geada e nevoeiro aparecerão respetivamente em territórios do interior e nas margens de grandes vales e terras baixas. O arrefecimento noturno drástico será bastante notório.

Para o dia de sexta-feira, não há grandes novidades na atmosfera em Portugal Continental, exceto que se espera uma nova descida nas temperaturas, quer das máximas quer das mínimas, em média de 2 ºC. No Porto, prevê-se 10 ºC de máxima e 3 ºC de mínima, em Lisboa 11 ºC de máxima e 4 ºC de mínima e em Faro 13 ºC de máxima e 5 ºC de mínima. No Algarve o céu estará ligeiramente nublado contrariando todo o resto do continente.

Tempo durante a semana na Ilhas

Basicamente em Ponta Delgada, além do dia de hoje, vai chover com grande intensidade sob a forma de aguaceiros na quinta-feira (atingindo os 36 mm diários), enquanto nos restantes dias estará céu nublado. O vento predominará de sudeste ao longo da semana, soprando a cerca de 30-40 km/h em média.

No Funchal, vento de nordeste soprará de forma ligeira durante toda a semana, o céu estará quase sempre nublado, sendo que a precipitação só virá no dia de sexta-feira sob a forma de chuviscos fracos. No entanto, devido à humidade, em ambos os arquipélagos as temperaturas estarão com 18 ºC de máxima.

Publicidade