tempo.pt

Ar polar marítimo e nortadas vão acentuar o tempo fresco em Portugal

A semana de inauguração do verão astronómico em Portugal continental ficou indubitavelmente marcada por chuva e temperaturas mais baixas do que o normal para a época do ano. Até quando irá manter-se esta frescura no nosso país?

tempo fresco; portugal; céu nublado; chuva
Tempo de muita frescura, com chuva e nebulosidade ao longo dos próximos dias em Portugal continental. Até quando?

Ao longo desta semana e até ao final da tarde desta quinta-feira, 23 de junho e véspera do São João, houve uma pequena depressão atlântica isolada em altitude que, de maneira intermitente, foi gerando períodos de chuva fraca a moderada, ou aguaceiros, derivados de frentes nascidas do referido sistema depressionário. Nalguns pontos do interior de Portugal continental houve, inclusive, relatos de trovoada dispersa.

Entretanto, os últimos sinais de instabilidade desapareceram pelo que, a noite de São João, celebrada de hoje (23 de junho) para amanhã (24 de junho) em várias partes do país será seca e fresca, apenas com alguma nebulosidade no firmamento.

Apesar desta breve pausa na instabilidade meteorológica, amanhã, sexta-feira 24 de junho, uma nova frente gerada por outra depressão situada sobre a Irlanda irá produzir, a partir do início da manhã, chuva fraca ou aguaceiros em vários pontos do Norte e Centro do país (Minho, Douro Litoral, Trás-os-Montes e Alto Douro, Beira Litoral, Beira Alta e Beira Baixa). Uma vez mais, a sul do Tejo a precipitação será raríssima, mas não se descarta a sua ocorrência.

Apesar disso, o céu apresentará, em grande parte do dia em Portugal continental, períodos nublados e possibilidade de bons períodos de sol, sendo maior a probabilidade quanto mais para leste e para sul da nossa geografia. Haverá também uma suave e generalizada subida da temperatura, com predomínio dos ventos de Oeste.

Nortadas e ar polar marítimo acentuarão sensação térmica de frescura

Para o fim de semana prevê-se, em geral, um estado do tempo bastante fresco e de contrastes entre sábado e domingo, na medida em que no primeiro (25 de junho) destes dias ainda haverá chuva em várias partes do país e no segundo (26 de junho) já não. As temperaturas não só voltarão diminuir de norte a sul de Portugal continental, como também apresentarão valores consideravelmente mais baixos do que o normal para a época do ano o que se traduzirá numa anomalia térmica negativa muito significativa.

Para sábado, dia 25, espera-se que a frente “viva” apenas algumas horas. Portanto, prevê-se chuva fraca a moderada durante a madrugada e parte da manhã no Norte e Centro do país, sendo que o resto da jornada será de períodos nublados e abertas, e até mesmo períodos de céu limpo nos pontos mais ao sul do país (Baixo Alentejo e Algarve). O arrefecimento do tempo vai intensificar-se a partir deste dia.

Se é verdade que as temperaturas já estiveram frescas e com valores abaixo da normal climatológica de referência ao longo de toda a semana - em parte gerados pelo ar atlântico associados às depressões – agora, a anomalia térmica negativa ainda se vai evidenciar mais no nosso país graças à entrada de uma massa de ar polar marítimo a partir de sábado e ao regime de ventos que passará a soprar de Norte/Noroeste em todo o território, acentuando assim a sensação térmica de frescura.

Para sábado prevê-se máxima de 18 ºC no Porto e 19 ºC em Bragança, de 23 ºC em Lisboa e Castelo Branco, de 25 ºC em Évora e 26 ºC em Faro.

No fim de semana uma massa de ar polar marítimo e o vento de Norte/Noroeste vão intensificar a sensação térmica de frescura em Portugal continental.

Para domingo antecipa-se uma estabilização notável do tempo em Portugal continental. Apesar do ambiente permanecer bastante fresco no país inteiro, sobretudo no Litoral Norte, a nebulosidade terá tendência a dissipar, esperando-se por isso bons períodos de sol durante grande parte da jornada. Neste dia, as máximas previstas para as capitais distritais não ultrapassarão os 20 ºC na Região Norte, na do Centro atingirão até 24 ºC e no Sul poderão alcançar os 27 ºC.