tempo.pt

A NAO cai e avisa: fim de semana frio e com aguaceiros em Portugal

Dentro de poucos dias, o robusto anticiclone situado no norte da Europa, que se desdobra desde a Rússia até à Gronelândia, poderá originar a circulação de depressões em latitudes mais baixas, onde se inclui Portugal. Mas antes disso, sol, frio e aguaceiros. Consulte a previsão!

tempo; frio; chuva; portugal
Tempo frio e soalheiro é o prelúdio dos aguaceiros do fim de semana em Portugal.

Os dias vão passando e a “Besta do Leste” continua a aparecer nas notícias, apesar de tampouco se esperar algo parecido em Portugal, pelo menos no médio prazo. Este fim de semana, isso sim, será frio, em concordância com a época do ano, e registará alguns aguaceiros. Não se descarta queda de neve nos pontos mais elevados da Serra da Estrela.

Para a Climatologia o inverno começou hoje, precisamente neste 1 de dezembro – feriado e Dia da Restauração da Independência -, dado que do ponto de vista climatológico as estações são convencionalmente definidos através de meses completos, com base na média da temperatura e precipitação anual. Astronomicamente, a nova estação começará somente no próximo dia 21 às 21:47 em Portugal continental e Madeira e às 20:47 nos Açores.

A presença de um forte anticiclone no norte da Europa irá provocar a circulação de depressões em latitudes mais baixas, ou seja, mais a sul – onde se inclui Portugal.

De momento há um robusto anticiclone que se desdobra desde a Rússia até à Gronelândia, pelo que as depressões se irão deslocar por latitudes mais baixas. Algumas destas tempestades irão percorrer a Península Ibérica, descarregando a chuva que tanta falta ainda faz nalgumas das regiões portuguesas, sobretudo o Alentejo e o Algarve.

Ao tempo soalheiro seguir-se-ão os aguaceiros

Na manhã desta quinta-feira (1), feriado do 1 º de dezembro e dia da Restauração da Independência, o nosso país despertou com tempo seco, estável e maioritariamente soalheiro, em grande contraste com a chuva e a humidade verificada ontem. Também ocorreu um arrefecimento do ambiente, bastante percetível pela madrugada e manhã, e quase certamente já nesta próxima noite.

Para amanhã sexta-feira (2) prevê-se céu limpo na maioria da nossa geografia, exceto nalguns pontos dos distritos de Vila Real, Bragança e Guarda onde poderá surgir alguma nebulosidade pontual. Ao longo dos próximos dias, entre hoje e domingo (4) pelo menos, a temperatura do ar, consideravelmente fria mas relativamente normal para a época do ano, criará as condições propícias à formação de gelo e geada em vastíssimas áreas do interior Norte e Centro de Portugal continental, sobretudo junto de pontos montanhosos.

Por aí, em múltiplas localidades das regiões do Alto Minho, Alto Tâmega, Douro, Nordeste Transmontano, parte das Beiras e Serra da Estrela e Viseu Dão-Lafões, as mínimas baixarão para perto dos 0 ºC, ou até mesmo para valores negativos. Entre hoje e sábado (3) predominará um fluxo de Leste/Nordeste que ajudará a agravar a sensação térmica de frio, em todo o país, além de contribuir para a generalizada estabilidade meteorológica.

Fim de semana com aguaceiros fracos e pontuais

Este sábado (3) espera-se céu limpo ou pouco nublado a norte do Tejo, com possibilidade de aguaceiros fracos e pontuais na região de Coimbra e na da Beira Baixa. A sul do Tejo, o céu estará mais nublado, mas com algumas abertas.

Ainda assim estão previstos aguaceiros suaves e algo pontuais em Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve. No cômputo geral, a temperatura não registará grandes oscilações, no entanto, é de salientar a previsão de mínima igual ou abaixo de 0 ºC nas cidades de Vila Real, Bragança e Guarda.

No domingo (4), aí sim, prevê-se uma alteração no fluxo de vento, que soprará de direções variáveis. Ainda assim, terá um maior pendor de Sul/Sudoeste – embora nalguns sítios ainda sob a influência de Leste – o que inevitavelmente se traduzirá num aumento da temperatura (sobretudo da mínima) e numa maior humidade. Apesar disso, não será de excluir o risco de nova ocorrência de gelo e geadas, sobretudo no interior Norte e em áreas montanhosas.

O céu estará nublado, em geral, podendo chuviscar em praticamente qualquer ponto de Portugal continental – mas possivelmente, apenas nas últimas horas de domingo (4). A queda de aguaceiros será, regra geral, muito suave, praticamente residual e com pouco impacto neste dia. A partir de segunda-feira, (5), a “história” já poderá ser outra… Desse lado, mantenha-se constantemente atualizado e informado quanto ao tempo em Portugal, consultando a nossa secção de notícias, mapas, modelos e satélites.