Vídeos impressionantes do furacão Dorian: as últimas atualizações

Os vídeos mais impressionantes dos efeitos do furacão Dorian, que devastou as Bahamas e agora está já a dirigir-se e a afetar a área costeira do estado de Carolina do Sul.

Lorenzo Pasqualini Lorenzo Pasqualini Alfredo Graça 07 Set. 2019 - 05:30 UTC


O furacão Dorian será lembrado por bastante tempo. Este enorme ciclone tropical devastou as Bahamas entre o final de agosto e os primeiros dias de setembro, afetando o arquipélago das Caraíbas com categoria máxima (categoria 5 na escala Saffir-Simpson).

Ventos superiores a 300 km/h destruíram milhares de casas e inundaram enormes extensões de terreno. Causou um elevado número de vítimas. No vídeo acima, temos um resumo dos efeitos do furacão Dorian no norte das Bahamas e da fúria do vento em momentos de violência máxima. Abaixo, um vídeo excecional que foi realizado dentro do olho do furacão.

A agressividade do vento pode ser observada nalguns vídeos que circularam nas redes sociais nos últimos dias, como o que está abaixo. Mas até os vídeos mais impressionantes mostram uma situação menos grave do que a vivida noutras áreas das Bahamas, onde ninguém foi capaz de capturar ou filmar a violência de um vento a circular a 300 km/h.

Depois de deixar as Bahamas, o furacão está a contornar a costa norte-americana, deslocando-se para Norte. Atualmente, o furacão é de categoria 2, ainda muito violento, e à sua passagem descarrega chuvas torrenciais e tornados. Por agora, os estados norte-americanos mais ameaçados, que estão em alerta máximo, são Carolina do Sul e Carolina do Norte. Abaixo vemos um vídeo publicado há algumas horas nas redes sociais de Surfside Beach, na Carolina do Sul.

Nas últimas horas o Centro Nacional de Furacões dos EUA registou rajadas de vento de até 126 km/h em Charleston.

Publicidade