Tufão Faxai atingiu Tóquio provocando mortes, feridos e inúmeros danos

O tufão Faxai, que percorreu a área metropolitana de Tóquio, registou chuvas torrenciais intensas e rajadas de vento fortíssimas que atingiram os 207 km/h. Provocou uma morte e inúmeros danos. Saiba mais aqui.

Alfredo Graça Alfredo Graça 10 Set. 2019 - 17:03 UTC



Considerado um dos mais potentes tufões que já atingiram o país, o Faxai registou ventos recorde e chuvas torrenciais fortíssimas, com rajadas de vento superiores a 200 km/h que chegaram a arrancar árvores do solo. A passagem do tufão Faxai pela área metropolitana de Tóquio, na noite de domingo para segunda-feira, provocou danos consideráveis bem como a morte duma mulher de 50 anos, que alegadamente foi projetada contra a parede de um edifício. Outra vítima, de 20 anos, ficou gravemente ferida no interior de casa, segundo informações prestadas pela estação de televisão NHK.

Existem registos de alguns deslizamentos de terra e colapso de uma ponte. Mais de 900 mil casas ficaram sem eletricidade e centenas de voos foram cancelados. A circulação ferroviária também foi obrigada a ser interrompida. Duas fábricas da Nissan, localizadas a oeste de Tóquio, decidiram suspender o seu normal funcionamento devido às inundações. Na manhã de ontem, o tufão dirigiu-se para o mar, mas as autoridades alertaram para a possibilidade das chuvas fortes se manterem por mais horas.

Todos os anos ocorrem quatro ou cinco tufões no Japão, mas este, para além de ter sido um dos mais fortes, foi considerado incomum devido ao facto de ter passado bastante próximo à capital japonesa Tóquio.

Publicidade