tempo.pt

Trovoadas e granizo: as imagens do tempo severo que atingiu Portugal

Além do calor e das poeiras saarianas, já se adivinhava para este fim de semana a chegada de chuva e trovoada a Portugal continental, com possível ocorrência de granizo. O episódio do tempo severo cumpriu-se e deu origem a belos e assustadores registos. Veja as imagens!

As anunciadas trovoadas - com risco de ocorrência de chuva de granizo - fizeram-se cumprir nalgumas regiões de Portugal continental (Norte e Centro), tal como antecipado na Meteored há vários dias. Os ditos fenómenos meteorológicos podem ser comprovados abaixo, como fantásticos testemunhos de uma atmosfera sempre em constante movimento acima das nossas cabeças.

Sábado, 21 de maio, além de ter sido um dia de muito calor, marcado também pela densa nebulosidade e pela presença de uma enorme concentração de poeiras do Saara em suspensão, foi, sobretudo, caracterizado por uma atividade elétrica estonteante, especialmente na Região Norte e, em particular, nas sub-regiões do Minho, do Alto Tâmega e do Ave.

Na carismática vila raiana de Montalegre, situada no distrito de Vila Real, a trovoada captada em vídeo foi simultaneamente bela e assustadora. Tendo em conta o registo videográfico, e sabendo que a cor do raio (neste caso azul) está associada à composição da atmosfera onde ele ocorre, este indica a possível presença de gelo ou granizo. Isto vai de encontro ao registo em vídeo realizado a cerca de apenas 56 km dali, em Cabeceiras de Basto – vila onde caiu uma potente chuva de granizo.

De acordo com os media regionais, nem a chuva, nem a trovoada - que ontem se abateram sobre a cidade de Fafe, palco do Rally de Portugal este fim de semana - afastaram os mais dedicados fãs, amantes desta forma de competição de desporto automobilístico.

Noutros locais do Minho, como em Braga e nos Arcos de Valdevez, a atividade elétrica (trovões e relâmpagos) foi também bastante intensa. Ontem, ao todo, segundo os dados oficiais, terão sido registadas 14406 descargas elétricas atmosféricas (raios), das quais 2160 foram positivas e 12246 foram negativas.