Trovoada, granizo e calor deixam vários distritos em aviso laranja

Um verdadeiro arraial atmosférico tem cruzado Portugal continental nos últimos dias e pelo menos por agora, parece que a trovoada, o calor abrasador, os aguaceiros e a queda de granizo vão continuar. Imagens espetaculares!

Alfredo Graça Alfredo Graça 23 Jul. 2019 - 17:09 UTC

Portugal continental vive por estes dias um verdadeiro arraial de eventos atmosféricos, todos eles de carácter moderado a severo. Desde os incêndios que começaram no sábado, devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima que estão a assolar várias localidades dos distritos de Castelo Branco, Santarém e Viseu, até às trovoadas, granizo e chuva que já se fizeram sentir em Bragança, Castelo Branco, Guarda, Vila Real, Coimbra, Braga e Porto, o tempo severo faz-se sentir em pleno verão, neste final de mês de julho.

Linhas sucessivas de instabilidade atmosférica, misturadas com o calor explosivo que se faz sentir podem originar células convectivas em altitude, bastante instáveis que dão origem a trovoada e queda de granizo. Os chamados cumulunimbos são as nuvens de desenvolvimento vertical que geram este tipo de ocorrência, sob a forma de atividade elétrica.

Até pelo menos às 23 horas de hoje, os distritos de Bragança, Vila Real e Guarda contam com previsão de trovoada decretada pelo IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera) que os colocou sob aviso laranja. A trovoada poderá acompanhar os aguaceiros, por vezes fortes, com precipitação de granizo.

O calor abrasador vai persistir nos próximos dias, com tempo soalheiro e sobretudo abafado. Quanto às temperaturas máximas previstas para hoje e amanhã: Porto (22 ºC e 24 ºC), Lisboa (28 ºC e 32 ºC) e Faro (29 ºC).

Publicidade