Onda de calor atinge a Europa Central

Uma onda de calor vinda do Norte de África vai atingir a Europa Central. O nosso país vai continuar com temperaturas amenas e alguns aguaceiros, pelo menos até quarta-feira. Confira aqui.

João Tomás João Tomás 25 Jun. 2019 - 16:42 UTC
Grandes aglomerados urbanos são as áreas mais vulneráveis durante os eventos de calor extremo.

A onda de calor vai sentir-se em primeiro plano no território espanhol, principalmente a partir de dia 26, estendendo-se gradualmente a outros países da Europa central, como França, Alemanha, Itália e Suíça. São esperadas temperaturas entre os 35 e os 40°C estando as autoridades locais a alertar os cidadãos para os potenciais efeitos nefastos das elevadas temperaturas.

Uma massa de ar quente, vinda do Norte de África, vai ser responsável pela subida das temperaturas máximas, bem como pela subida das temperaturas mínimas. Em Espanha, as cidades situadas nos vales dos rios Ebro, Tejo e Guadiana e Guadalquivir, como Córdova e Sevilha, serão das mais afetadas por este evento meteorológico.

Em França, para além das elevadas temperaturas máximas e mínimas, espera-se que a humidade relativa registe valores igualmente elevados, fator preponderante para que a temperatura sentida (sensação térmica) seja ainda maior. As cidades de Paris e Lyon serão as mais afetadas, registando já desde o início desta semana valores mais elevados de temperatura do que é normal para esta altura do ano.

A capital francesa está já a preparar um plano de contingência: criação de uma rede de locais frescos – locais onde os habitantes da cidade se podem refrescar durante a vaga de calor. Foram também emitidos vários avisos à população, com a informação das medidas de precaução a tomar nesta situação – beber água em abundância, não beber álcool, passar tempo em locais frescos e não fazer grandes esforços físicos. O pico deste episódio de calor será nos dias de quinta-feira e sexta-feira.

Também na Alemanha são esperadas temperaturas pouco normais para o mês de junho, com os termómetros a registarem temperaturas máximas acima dos 35 °C, como em Nuremberga, e mínimas quase sempre superiores a 20 °C. Algumas áreas do Sul da Suíça (Sierre) estão inclusivamente sob alerta vermelho, devido às temperaturas anómalas que se vão sentir, pelo menos até ao próximo domingo, dia 30 de junho.

Portugal não será afetado

O nosso país, ao contrário dos países da Europa Central, não será afetado por esta onda de calor. No início da semana as temperaturas serão amenas, com muita nebulosidade e alguns aguaceiros, principalmente nas regiões do Norte do país.

Algumas áreas do interior vão registar subidas significativas das temperaturas máximas, a partir de quarta-feira, mas a generalidade do país vai continuar com temperaturas amenas, com as temperaturas máximas a não superarem os 25 °C, sem registo de alertas meteorológicos.

Publicidade