StoreWindows10

Junho muito chuvoso!

Depois de um maio com pouca chuva volta de novo a chuva em junho, atrasando o início do tempo de verão em Portugal, apesar do mês ter sido considerado normal em relação às temperaturas.

Teresa Abrantes Teresa Abrantes 11 Jul. 2018 - 09:13 UTC
Junho chuvoso em Portugal.

Durante o mês de junho o estado do tempo em Portugal Continental foi predominantemente condicionado por situações depressionárias, causando situações de forte instabilidade, e por passagem de ondulações frontais que originaram a precipitação elevada neste mês. No entanto ainda tivemos dias de sol com poucas nuvens e sem precipitação devido à influência de uma região anticiclónica a oeste da Península Ibérica.

Temperatura do Ar

A temperatura média do mês de junho, 19.5°C, foi próxima do valor normal (desvio +0.10°C) e é o 4º valor mais baixo deste século para junho a seguir aos anos 2007, 2013 e 2014, segundo os dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Considera-se valor normal o valor médio de 30 anos, de 1971 a 2000.

No que diz respeito à temperatura máxima do ar, o valor médio, 25.17°C, foi inferior ao normal, -0.19°C, sendo o 2º valor mais baixo desde 2000 (Figura 1), apesar de ter ocorrido uma onda de calor na região Norte.

Ao contrário da temperatura máxima, o valor médio da temperatura mínima, 13.88°C, foi superior ao normal em 0.39°C. Os valores da temperatura mínima superiores aos agora registados ocorreram em cerca de 40% dos anos.

Variabilidade da temperatura máxima e mínima do ar no mês de junho, em Portugal Continental (Linhas a tracejado indicam a média no período 1971-2000) (Fonte: IPMA).

Ainda segundo o IPMA, foi na região Norte e em particular no interior que os valores da temperatura média do ar foram superiores ao normal. Nas restantes regiões foi próximo do normal.

O maior desvio da temperatura máxima em relação à normal, +1.4°C, ocorreu em Montalegre e o menor desvio, -1.2°C, em Aveiro, enquanto que os desvios da temperatura mínima variaram entre -0.9°C em Portalegre e +2.4°C em Dunas de Mira.

O maior valor da temperatura máxima diária ocorreu nodia 18 em Coruche, 40.9°C, e o menorvalor da temperatura mínima diária, 3.2°C, nas Penhas Douradas no dia 1 eem Lamas de Mouro no dia 16.

Precipitação

De acordo com o IPMA e do ponto de vista climatológico o mês de junho de 2018 em Portugal Continental classificou-se como muito chuvoso e foi o 2º junho mais chuvoso deste século, sendo o 1º o de 2007.

O valor médio da quantidade de precipitação foi de 48.5 mm, o que corresponde a cerca de 150 % do valor normal mensal.Este mês devido às condições de instabilidade atmosférica, ocorreram aguaceiros por todo o território e que nalguns locais foram fortes e de granizo e acompanhados de trovoada.

Anomalias da quantidade de precipitação, no mês de junho, em Portugal continental, em relação aos valores médios no período 1971-2000.

O menor valor mensal da quantidade de precipitação ocorreu em Mértola, 2.2 mm, e o maior valor em Penhas Douradas, 125.9 mm (Figura 2-1ªfig.). No entanto em relação à precipitação diária, em 24h, o maior valor registou-se na Guarda no dia 21 e foi de 50.4 mm.

Em termos espaciais os valores da percentagem deprecipitação, em relação ao valor médio no período 1971-2000, foram em geralsuperiores ao valor médio, exceto nalguns locais do interior Centro e Sul e nolitoral ocidental a sul de Sines (Figura 2-2ª fig.).

Este mês de junho foi muito diferente do mês de junho do ano passado, em que tivemos um mês de junho extremamente quente e muito seco, o que contribuiu para um Índice de Risco de Incêndio muito elevado em 2017.

Publicidade