O tempo na Semana Santa de 2021: primeiras tendências!

É precoce estarmos a referir-nos ao tempo que fará na Semana Santa em 2021, mas queremos informar-lhe das primeiras tendências. Teremos a visita da chuva, como no ano passado, ou seremos brindados por tempo mais calmo e soalheiro? Saiba mais aqui!

Páscoa Consulta o nosso especial Tempo na Páscoa
tempo Semana Santa; Páscoa; chuva; sol
O tempo na Semana Santa costuma ser muito variável. Será que em 2021 confirmar-se-á essa tendência?

Ainda é muito cedo para estabelecermos uma previsão detalhada do tempo que dê solidez a possíveis planos ao ar livre na Semana Santa, altura em que se celebra a Páscoa. No entanto, o modelo do ECMWF já delineou um possível cenário meteorológico até meados de abril. Será que o tempo dará azo para uma escapadela ao campo ou à praia? Este ano a Semana Santa decorrerá de 28 de março a 4 de abril. Em 2021, tal como no ano passado, devido à pandemia da covid-19, as reuniões, celebrações e atividades estarão limitadas, celebrando-se essencialmente à distância.

Ao invés de 2020 e 2019, este ano a Semana Santa arrancará ligeiramente mais cedo, abrangendo ainda os últimos dias de março, pelo que os valores mais prováveis de precipitação e temperatura serão distintos em relação aos anos anteriores.

Precipitação prevista

Quanto à chuva prevista para este período, o cenário estimado pelas cartas do ECMWF não deteta qualquer anomalia significativa de momento, pelo que os valores de precipitação no território continental luso deverão situar-se em torno da média de referência, estabelecida pela normal climatológica. Contudo, esta situação não implica necessariamente que toda a semana esteja sob a égide de tempo estável, seco e soalheiro. Num ou noutro dia poderemos assistir a dias mais chuvosos e tormentosos, muito comuns nesta época do ano.

mapa anomalias de precipitação; semana santa 2021
De momento, o panorama previsto aponta para valores de precipitação dentro do habitual. Fonte: ECMWF

As massa de ar quente e frio chocam com mais frequência, dando origem a nuvens de desenvolvimento vertical que proporcionam trovoadas e queda de granizo, como as que assistimos no último ano em plena Páscoa. Em função do facto da estação da Primavera ser um período meteorológico muito variável, especialmente em março e abril, a estabilidade pode ver-se subitamente interrompida.

Temperaturas poderão registar uma exceção

No que diz respeito às temperaturas, para já, o cenário avançado pelo modelo Europeu insiste em valores dentro do normal praticamente de norte a sul de Portugal continental. A única exceção poderá centrar-se em todo o litoral da região do Algarve, especialmente no barlavento, onde se prevê mais calor do que o costume. Nesta área, os termómetros poderão registar valores de temperatura ligeiramente acima do habitual. De facto, ao olharmos para o mapa, reparamos numa suave anomalia positiva de até 1 ºC na faixa que se estende entre Sagres e Vila Real de Santo António.

Mapa anomalias de temperatura; Semana Santa 2021
Por agora prevê-se mais calor que o habitual apenas para o extremo sul de Portugal continental. Fonte: ECMWF

Páscoa celebrada à distância

Em mais um ano que a Páscoa será celebrada à distância, é nesta altura do ano, coincidindo com o início da primavera, que o jato polar começa a apresentar ondulações cada vez mais serpenteantes, causando estados do tempo muito variáveis. Desde depressões cavadas a gotas frias e/ou depressões isoladas em altitude (são o mesmo fenómeno), poderemos vir a presenciar precipitações de carácter convectivo, bastante intensas mas muito irregulares e normalmente de curta duração. Pelo contrário, também poderão predominar as altas pressões, sinónimas de tempo estável, calmo e soalheiro.

Tendo em conta a Semana Santa de 2020, muito marcada por estados do tempo variáveis, mas em geral instáveis, com o surgimento de vários períodos de chuva e nebulosidade, alternando com alguns períodos de sol, persiste na memória, em particular, um Domingo de Páscoa caracterizado pela passagem de trovoada e queda de granizo severo.

Todavia, sabemos que a Primavera consegue sempre surpreender-nos e mesmo os modelos de previsão por vezes não detetam essas variações repentinas, nas quais o tempo chega a mudar radicalmente de face, passando de um agradável dia soalheiro para um dia húmido e tempestuoso. Quando isto acontece, normalmente as atividades programadas ao ar livre, como simples passeios ou excursões, ou as procissões decorrentes das celebrações religiosas alusivas à Páscoa são prejudicadas, vendo-se interrompidas e por vezes canceladas.