tempo.pt

O adeus de setembro em Portugal: tempo fresco, aguaceiros e muito vento!

Durante grande parte desta semana, a temperatura vai manter valores abaixo do normal para a época do ano em Portugal. No próximo fim de semana, o anticiclone em crista poderá interromper a entrada de ar fresco e favorecer a subida das temperaturas. Consulte a previsão!

tempo; setembro; portugal
Os últimos dias de setembro em Portugal farão jus à entrada no outono astronómico. Que tempo se prevê nos próximos dias?

Nos últimos dias, o panorama meteorológico tem sido caracterizado pela presença de um anticiclone no Atlântico Norte, com as baixas pressões na Europa. Neste cenário, Portugal continental ficou exposto a fluxos provenientes de latitudes a norte, o que estimulou a queda da temperatura para valores inferiores aos normais para esta época do ano.

Para os próximos dias deverá manter-se este estado do tempo, pelo que, mais massas de ar frio continuarão a entrar cá, “abraçando” quase toda a Península Ibérica. As temperaturas ainda vão baixar mais na quarta e na quinta-feira, sobretudo nos valores das máximas e nas áreas do interior montanhoso do Norte e do Centro.

A chuva ainda “terá uma última palavra a dizer neste mês de setembro”

Todavia, apesar da previsão de tempo fresco, estável e soalheiro para estes últimos dias de setembro, que essencialmente resultarão em céu limpo ou pouco nublado em grande parte do país; os dias de quarta (28) e quinta-feira (29) registarão uma exceção importante: a precipitação. A chuva, provavelmente sob a forma de aguaceiros, assumirá um carácter intermitente, ou seja, pouco frequente; irregular no que toca à distribuição geográfica, e de curta duração, pelo que tampouco se prevê acumulações dignas de registo.

Graças aos ventos de Norte e Noroeste, a acumulação de nebulosidade de retenção e a precipitação do tipo orográfico será estimulada, pelo que não é de admirar que se preveja aguaceiros em zonas de montanha, e apenas alguns chuviscos dispersos pelo resto de Portugal continental, sobretudo no Norte e Centro. A sul do Tejo pouco ou nada irá cair. Pelo que, assim, este evento de chuva efémero, trará precipitação escassa.

No tweet acima, observa-se que até quinta-feira, o Alto Minho será a área geográfica mais beneficiada pela pluviosidade. Mesmo assim, em aproximadamente 48 horas, acumulará somente cerca de 5 l/m2. Em suma, a água que irá cair dos céus será, infelizmente, bastante residual no nosso país.

Quanto às temperaturas, tal como já foi referido, está prevista uma descida significativa das temperaturas. Esta diminuição térmica será gradual, esperando-se uma queda abrupta e notória nos valores das máximas e mínimas, a poder verificar-se, em particular, de quarta (28) para quinta-feira (29). Assim, prevê-se que quinta-feira (29), além de ser o dia mais nublado, ventoso e com mais aguaceiros da última semana de setembro, seja também o mais frio! O vento Norte acentuará a sensação térmica de frio.

mapa de temperatura; portugal; ecmwf
A madrugada de quinta-feira (29) de setembro será uma das mais frias da semana em Portugal continental.

Quanto à temperatura máxima, prevê-se valores inferiores a 20 ºC a norte do rio Douro, entre 15 ºC e 22 ºC a norte do Tejo, sendo que a sul deste curso de água verificar-se-á um panorama térmico semelhante, exceto em Beja (23 ºC) e em Faro (25 ºC). No que diz respeito à temperatura mínima, prevê-se que 15 dos 18 distritos de Portugal continental registem, nessa noite, um valor igual ou inferior a 15 ºC.

O outono já começa a deixar bem percetível uma das suas “marcas registadas”: a diminuição gradual da temperatura, aliada a uma diminuição diária dos minutos de luz solar e do consequente aumento do período noturno, bem como uma notável amplitude térmica em vários locais (sobretudo no interior, por efeito da continentalidade).

Regresso temporário do “verão” no início de outubro?

Outubro vai arrancar com a chegada de um poderoso anticiclone em crista que terá sustento nas camadas médias e altas, ao assentar-se sobre o sudoeste da Europa. Com elevada probabilidade, espera-se que propicie um panorama meteorológico de calor, estável e soalheiro em Portugal continental. O nosso país vai, durante o próximo fim de semana, vivenciar um estado do tempo quente e seco, em várias regiões.

De acordo com o nosso modelo de confiança, a temperatura vai sofrer um aumento considerável, prevendo-se valores que, no domingo (2 de outubro), poderão facilmente ultrapassar os 30 ºC nas áreas do interior Centro e Sul do país (Beira Baixa, Alentejo, Ribatejo e Algarve) e também do litoral (Regiões de Coimbra e Leiria).