tempo.pt

Possível onda de calor abraçará Portugal durante os próximos dias

Vem aí dias de tempo quente. A partir de hoje, o verão afirma-se categoricamente em Portugal continental, trazendo até nós uma possível onda de calor. Prevê-se que o termómetro ultrapasse os 40 ºC em várias regiões do país! Confira a previsão!

A partir desta quarta-feira, Portugal continental irá ser “abraçado” por um evento de calor que tem potencial de longa duração. Os mapas do tempo parecem estar cada vez mais unânimes no cenário meteorológico de calor intenso e persistente projetado para os próximos dias, pelo que, de acordo com as altas temperaturas previstas poderemos estar perante uma onda de calor. Possivelmente a suceder durante os próximos 10 dias, algo que ainda é incerto e carecerá de confirmação por parte dos organismos meteorológicos oficiais – no caso português, IPMA.

Isto deve-se, essencialmente, à grande estabilidade meteorológica gerada pelo anticiclone em crista que se estende até à Europa Central, ao céu pouco nublado ou limpo que fará com o que o aquecimento diurno seja realmente eficaz (radiação solar) e ao fluxo de leste enquadrado na circulação do anticiclone situado a Nordeste dos Açores que irá arrastar uma massa de ar quente e seco.

Quando estamos prestes a entrar na canícula (início oficial a 15 de julho), o calor de verão irá antecipar-se categoricamente ao penetrar no nosso país, trazendo dias de calor tórrido e noites tropicais (mínimas à noite nunca baixam dos 20 ºC). Assim, prevê-se temperatura máxima acima de 30 ºC em todo o território de Portugal continental, entre 35 ºC e 40 ºC no Centro e Sul, sendo que nalgumas localidades das regiões da Beira Baixa, Ribatejo e Alentejo poderá ultrapassar largamente os 40 ºC.

O ambiente quente e seco, com reduzido teor de humidade relativa do ar, propiciará as condições meteorológicas ideais (infelizmente) para o perigo de deflagração de incêndios rurais ou florestais. E ao constituir risco para a saúde humana exigirá hidratação constante e outros cuidados.