Nebulosa de Órion: NASA divulga as imagens mais nítidas!

Sabe o que é a Nebulosa de Órion? Convidamo-lo a uma maravilhosa “viagem” até esta formação de estrelas, situada a “apenas” 1.500 anos-luz da Terra. Observe as maravilhas cósmicas em vídeo, nunca antes vistas, e agora divulgadas pelo telescópio espacial Hubble da NASA.

Numa das imagens astronómicas mais nítidas alguma vez produzidas, o Telescópio Espacial Hubble da NASA captou um olhar sem precedentes sobre a Nebulosa de Órion. Situada a 1.500 anos-luz da Terra, esta turbulenta região de formação de estrelas é um dos objetos celestes mais dramáticos e fotogénicos da Astronomia. Mais de 3.000 estrelas de vários tamanhos aparecem no vídeo abaixo e algumas delas nunca foram vistas à luz visível.

Trata-se de uma nebulosa difusa, situada a sul do Cinto de Órion, e a sua descoberta é atribuída a Nicolas-Claude Fabri de Peiresc em 1610. O nome da nebulosa deve-se ao facto de estar localizada na constelação Órion.

Graças ao Hubble, as observações visíveis em alta resolução destacam os detalhes mais precisos da nebulosa.

Segundo a agência espacial norte-americana (NASA), nesta região cósmica podemos contemplar “enormes estrelas jovens que estão a moldar a nebulosa” e até mesmo “uma paisagem gasosa espetacular iluminada pela radiação”.

No vídeo observa-se um voo através da Nebulosa de Órion em luz visível, algo que é possível de observar graças ao Hubble. Esta nebulosa é a região de formação estelar mais próxima da Terra e alberga milhares de estrelas de diversos tamanhos. Ainda de acordo com a NASA, “as observações visíveis em alta resolução realçam os detalhes mais precisos na nebulosa".