Monte Branco, glaciar do Planpincieux em risco de colapsar: com vídeo

Os vídeos que chegam do glaciar do Planpincieux, lado italiano do Monte Branco, mostram risco de colapso. Entretanto, várias iniciativas nos Alpes e em todo o mundo multiplicam-se para consciencializar acerca do rápido derretimento dos glaciares.

Tudo de olhos postos no glaciar Planpincieux, nos Grandes Jorasses, ao longo do lado italiano do maciço do Monte Branco.

Os cientistas da região do Vale de Aosta e da Fundação Montanha Segura emitiram um alarme no último dia 24: uma massa de gelo enorme, com cerca de 250.000 metros cúbicos, vai provavelmente colapsar, dirigindo-se para o vale. A fim de monitorizarem a situação, foi enviado um helicóptero que voou para permitir visualizar de perto esta ocorrência, tal como mostra o vídeo acima.

O glaciar está a ser monitorizado desde 2013, para detetar a velocidade a que o gelo está a derreter e a proporção aumentou significativamente nos últimos tempos, mas não é possível prever quando é que vai ocorrer uma avalanche. Este glaciar é monitorizado desde 2013 pelo Istituto di Recerca per la Protezione Idrogeologica (IRPI).

No final de uma estação de verão que foi muito quente, caracterizada por episódios com temperaturas máximas acima de zero graus, mesmo a uma altitude de 5000 metros, houve uma aceleração do movimento, que agora é de 50 a 60 centímetros por dia. Devido ao risco de colapso de grande parte do glaciar, o município de Courmayeur ordenou o encerramento da estrada municipal Val Ferret.

Ainda nos últimos dias, nos Alpes, um grupo de pessoas celebrava o funeral de um glaciar que derretera. Aconteceu na Suíça e, pouco tempos antes, também houve uma iniciativa semelhante na Islândia. O último relatório da ONU acerca do clima indica que neste século, os glaciares localizados em cadeias montanhosas como os Alpes e os Andes, quase desaparecerão por completo.

Este fim de semana em Itália, "Requiem por um glaciar"

Na Itália, nos dias 27, 28 e 29 de setembro, foram realizadas uma série de iniciativas em toda a região alpina para chamar a atenção dos cidadãos e de outros países para os efeitos das alterações climáticas no nosso planeta. Elas são o Requiem por um glaciar: vigílias fúnebres para os glaciares italianos que estão a desaparecer.