Forte tempestade de neve paralisa a Turquia

Um forte nevão atingiu grande parte da Turquia, lançando o caos no país. Milhares de pessoas presas no trânsito, estradas bloqueadas e aulas escolares adiadas. No sul, a província de Gaziantep testemunhou, pela primeira vez nos últimos 54 anos, neve com um metro de espessura! Espreite as imagens impressionantes!

Um forte nevão atingiu grande parte da Turquia, lançando o caos no país. Milhares de pessoas presas no trânsito, estradas encerradas e aulas presenciais escolares adiadas em 52 das 81 províncias. No sul, a província de Gaziantep testemunhou, pela primeira vez nos últimos 54 anos, neve com um metro de espessura!

Muitas estradas que conectam as várias províncias ficaram bloqueadas, mas a de Gaziantep, no sudeste do país, foi a que sofreu o nevão mais forte na terça-feira, 18 de janeiro. A principal estrada que liga Gaziantep à província de Adana teve de ser bloqueada quando um camião perdeu o controlo graças ao nevão, obrigando quase 3.000 pessoas a pernoitar nos seus veículos.

As autoridades locais entregaram mais de 9.000 embalagens de alimentos às pessoas presas no trânsito. O governador da Gaziantep, Davut Gül, afirmou que milhares de pessoas foram salvas do caos. Segundo ele, a neve que precipitou ontem foi tanta como a que normalmente teria caído em três meses. O prestigiado meteorologista Orhan Şen afirmou que a neve na cidade irá cessar a partir de 20 de janeiro, mas o tempo frio vai continuar.

Numa outra província do sudeste, Mardin, ocorreu uma colisão com vários veículos por causa da queda de neve, matando um e ferindo cerca de 11 pessoas. Na região do Mar Negro, pessoas em cerca de 1.600 aldeias ficaram condicionadas pela neve. A ligação a mais de 1.800 aldeias no leste do país foi encerrada, com a província Elazığ a registar o maior número: mais de 500 aldeias isoladas.

Todos os olhos estão agora postos em Istambul, dado que o Serviço Meteorológico Estatal Turco anunciou que uma nova vaga de neve chegará à cidade no dia 22 de janeiro. O nevão deverá durar quatro a cinco dias a partir dessa data, com uma queda de 3 ºC nas temperaturas. Os especialistas preveem que este nevão cubra toda a cidade.