China: a mais forte tempestade de neve dos últimos 116 anos em vídeo!

Os nevões muito intensos nalgumas partes do nordeste da China provocaram acumulações recorde. Na região da Mongólia Interior ocorreu uma morte e mais de 5600 pessoas foram afetadas pela mais forte tempestade de neve desde 1905. Confira as imagens!

A poderosa tempestade de neve que ocorreu nos últimos dias na China causou acumulações de neve em quantidades recorde, levantando preocupações quanto ao facto de manter as casas quentes numa área que foi atingida por falhas de energia no início de 2021. Em Shenyang, capital e maior cidade da província de Liaoning, a queda de neve, alcançou, em média, 51 cm. Segundo a agência de notícias oficial do governo da República Popular da China - Xinhua -, este foi o nevão mais significativo desde 1905.

Na região vizinha da Mongólia Interior, a tempestade de neve provocou uma vítima fatal e mais de 5.600 pessoas foram afetadas. As cidades de Tongliao e Chifeng foram das mais assoladas pela colossal tempestade de neve. As operações de remoção de neve têm sido levadas a cabo pelos governos locais para retomar os transportes, bem como a produção agrícola e pecuária.

Segundo os cientistas, esta tempestade de neve foi um evento meteorológico extremamente aleatório, súbito e extremo, que despoletou a ativação de 27 avisos vermelhos no Nordeste da China e na Mongólia Interior.

Os investigadores de Meteorologia da cidade mongol de Tongliao afirmaram, em declarações ao jornal estatal Global Times, que a tempestade de neve foi um evento meteorológico extremamente aleatório, repentino e extremo. Um total de 27 avisos vermelhos foram emitidos em toda a Mongólia Interior e no nordeste da China.

Este evento meteorológico extremo – vaga de frio - teve início no passado domingo (7), e foi despoletado pela abrupta descida das temperaturas que baixaram, pelo menos, 14 ºC nalgumas localidades do nordeste da China.

Em Liaoning, o trânsito tem sido severamente afetado pela tempestade de neve e as estações de comboios e autocarros foram forçadas a encerrar, exceto as das cidades de Dalian e Dandong.