Caos no Egito: praga de escorpiões após chuva torrencial e inundações

Após uma forte tempestade, uma infestação de escorpiões espalhou-se por uma cidade no Egito provocando 3 mortes e centenas de feridos .Confira as imagens da tempestade e mais informações sobre a infestação de escorpiões.

As chuvas fortes e as inundações em Assuão, Egito, forçaram os escorpiões a procurar abrigo nas habitações da cidade. Como resultado, uma infestação de aracnídeos! Três pessoas morreram e mais de 400 foram hospitalizadas para receber tratamento depois de terem sido picadas, de acordo com os meios de comunicação estatais.

No entanto, o Ministro da Saúde em exercício, Khalid Abdel-Ghafar, disse em comunicado que nenhuma morte foi registada devido às picadas. O Ministério da Saúde assegurou ao público que possui um stock grande o suficiente de soro antiescorpiónico, com 3.350 doses disponíveis em Assuão.

As pessoas que foram picadas pelos escorpiões relataram que os sintomas incluem dor forte, febre, suor, vómito, diarreia, tremores musculares e espasmos da cabeça.

Além do transtorno causado pela praga de escorpiões, as inundações deixaram muitos desalojados e uma situação de calamidade nalgumas regiões da cidade. Os meios de comunicação locais está a realizar uma campanha para a recolha de mantimentos às pessoas afetadas.

As montanhas de Assuão são o lar do escorpião árabe de cauda gorda, ou Androctonus crassicauda, que se traduz do grego para “matador de homem”. São considerados um dos escorpiões mais perigosos do mundo, com um veneno altamente tóxico que pode levar um adulto à morte após decorrida 1 hora do momento da picada. O escorpião árabe é responsável por várias mortes humanas por ano.