Canadá: temperaturas perto dos 50 ºC e incêndios florestais

Um dia depois de uma província da Colúmbia Britânica ter presenciado a temperatura mais alta registada no Canadá até hoje, os residentes de Lytton foram ordenados a evacuar devido a um incêndio florestal. Saiba mais aqui!

incêndio florestal; temperaturas elevadas;
A província de Lytton, situada a cerca de 300km a leste de Vancouver, tem uma população de 249 residentes.

Sparks Lake Wildfire é um dos vários incêndios que ardem em toda a Colúmbia Britânica, de acordo com o BC Wildfire Service. O Presidente da Câmara, Jan Polderman, emitiu uma ordem de evacuação na quarta-feira (dia 30 de junho), de acordo com um comunicado de imprensa da província de Lytton. "Todos os residentes são aconselhados a abandonar a comunidade e a ir para um local seguro", diz no comunicado.

"É terrível. Toda a cidade está a arder", afirmou Polderman à CBC News. "Demorou cerca de 15 minutos desde o primeiro sinal de fumo até, de repente, haver fogo por todo o lado". Frisou, dando pormenores de como o incêndio tomou conta do local.

A DriveBC, que fornece informações sobre as condições para a condução de veículos na província, relatou que dois incêndios florestais fecharam estradas a Norte e a Sul de Lytton. Num tweet feito no início de quinta-feira, o BC Wildfire Service disse que estava a responder à "evolução da situação" em Lytton, ajudando o corpo de bombeiros da localidade.

A onda de calor e os incêncios

Merritt, uma cidade vizinha, abriu um centro de receção para os evacuados de Lytton, de acordo com a sua página no Facebook. As temperaturas em Lytton subiram até aos 49.6°C, na passada terça-feira, a temperatura mais elevada registada no Canadá, até ao dia de hoje. Foi o terceiro dia consecutivo em que os registos foram esmagados na área, de acordo com a ECCC Weather British Columbia.

Estão, neste momento, 67 incêndios ativos na Colúmbia Britânica, sendo que 44 destes começaram nos últimos dois dias, de acordo com o BC Wildfire Service. Até à data, a província já sofreu 450 incêndios este ano, segundo a mesma fonte.

As temperaturas extremas têm tido um impacto devastador na província, uma vez que já foram relatadas quase 500 mortes súbitas na Colúmbia Britânica desde sexta-feira, afirmam as autoridades. O médico-legista-chefe de Lytton diz que esta é uma época sem precedentes.

Esta onda de calor que se faz sentir na Colúmbia Britânica já resultou em centenas de mortes e dezenas de incêndios. No entanto, estima-se que nos próximos dias as temperaturas já diminuam.

Esta "cúpula" térmica, originada por diversos fatores, como tempestades do Pacífico, jet-stream e centros de baixa e alta pressão, está felizmente a perder força, à medida que avança para leste.