StoreWindows10

Aproveite o fim-de-semana. Chuva chega a Portugal segunda-feira

O bom tempo em Portugal continua durante o fim-de-semana, exceção feita aos Arquipélagos onde a chuva permanece. Na próxima semana, o cenário muda. Saiba o que se vai passar. 

Alfredo Graça Alfredo Graça 23 Fev. 2018 - 12:00 UTC
Chuva regressa a Portugal na próxima segunda-feira.

No fim-de semana, apesar de uma subida geral das temperaturas em Portugal Continental, sobretudo domingo, e da predominância de períodos de céu limpo, os cenários previstos para os últimos dias do mês são radicalmente diferentes. Por isto mesmo, recomendamos que caso esteja a pensar viajar dentro do nosso País, o faça este fim-de-semana. Aproveite o sol enquanto a chuva não volta em força!

As temperaturas no fim-de-semana vão estar semelhantes ao que têm sido. Sábado sofrem uma ligeira descida quer nas máximas quer nas mínimas, na maioria dos territórios. No domingo, voltam a subir e esse aumento das temperaturas aplica-se a praticamente todo o território continental.

Neste dia esperam-se mínimas negativas a Norte nos distritos de Bragança e da Guarda. As máximas variam entre os 10ºC na Guarda e os 18ºC no Porto. Na Região Centro prevêem-se 19ºC de máxima em Coimbra, distrito que vai registar a temperatura mais elevada em Portugal Continental, apresentando uma mínima de apenas 4ºC. O termómetro atinge os 5ºC de mínima e os 18º de máxima em Leiria e nos restantes distritos prevêem-se mínimas que variam entre os 2ºC em Castelo Branco e os 8ºC em Lisboa. Na Região Sul, o Algarve registará 17ºC de máxima e 10ºC de mínima. Os restantes distritos atingem 16ºC de máxima e as mínimas vão variar entre os 6ºC e os 9ºC.

Representação da precipitação ao meio dia da próxima quarta-feira, 28 em Portugal Continental.

Nos Arquipélagos, registam-se descidas das temperaturas quer em Ponta Delgada quer no Funchal. Ponta Delgada regista uma variação térmica maior uma vez que entre sábado e domingo a máxima reduz em 3ºC, passando a registar 10ºC de mínima e 13ºC de máxima. O Funchal regista variação de 1ºC na mínima e na máxima, com a primeira a aumentar e a segunda a diminuir. No domingo o termómetro da capital madeirense atinge 17ºC de máxima e 14ºC de mínima.

Além do fator térmico, a precipitação não só vai permanecer nos territórios insulares como também vai aumentar, sobretudo a partir de segunda-feira. A chuva começa a alargar-se a território continental neste dia. Se numa fase inicial, a chuva miudinha aparece apenas a Sul, nos distritos de Évora, Beja e Faro, na segunda-feira precipita na Região Sul, na Região Centro e em quase toda a extensão da Região Norte, exceção feita a Viana do Castelo, Braga, Vila Real e Bragança.

Terça-feira a chuva abrange o território português por inteiro. Este dia será marcado por períodos de céu muito nublado com chuva moderada na Região Norte e Centro e por períodos de céu nublado com chuva fraca na Região Sul. Quarta-feira, último dia do mês, prepare o guarda-chuva, a gabardine e tudo o que tenha à mão que o proteja da chuva. Se sair de casa eles serão os seus melhores amigos. Neste dia, chove continuamente em toda a extensão do território nacional, sem exceções e em quantidades bastante significativas. 

Publicidade