Eclipse parcial da Lua visível hoje à noite em Portugal

Durante a noite desta terça-feira vai ser possível observar um eclipse parcial da Lua em praticamente todo o território nacional. Contamos-lhe os detalhes aqui.

João Tomás João Tomás 16 Jul. 2019 - 09:00 UTC
Eclipse lunar parcial vai ser visível no nosso país.

Na noite de 16 de julho de 2019 será possível observar um eclipse lunar parcial, o segundo e último de dois eclipses do ano, depois do primeiro eclipse (total) que ocorreu no passado mês de janeiro. Às 22h31, hora de Portugal continental, 66% da superfície lunar (no máximo) ficará tapada pela sombra da Terra.

Este evento acontece quando a Lua é ocultada parcialmente pela sombra da Terra, sendo necessário que ocorra um alinhamento do Sol, da Terra – no meio – e da Lua na fase de Lua Cheia. O eclipse será visível logo no início da noite. A partir das 19h42 a Lua vai entrar na penumbra da Terra, mas como vai estar abaixo da linha do horizonte, o fenómeno só vai poder ser visto a partir das 20h55, hora em que a Lua irá nascer.

Logo após “nascer”, às 21h01, a Lua entra na sombra da Terra atingindo o máximo do eclipse às 22h31. Por volta das 24h, a Lua vai sair da sombra da Terra e já na madrugada de quarta-feira, mais precisamente à 01h20, o evento estará terminado.

Onde e como assistir ao eclipse parcial

O eclipse vai ser visível em todas as cidades portuguesas, dependendo obviamente das condições atmosféricas. Apenas no Arquipélago dos Açores, nomeadamente em Ponta Delgada na Ilha de São Miguel, o evento pode ser presenciado com menor nitidez devido à baixa altitude da Lua. É importante salientar que todo o território vai poder presenciar o evento desde o início do mesmo, ou seja, da fase da penumbra à sombra e novamente à penumbra. Não vão ser necessários qualquer tipo de instrumentos para visualizar o eclipse.

Será necessário olhar para o horizonte Sudeste, lado oposto onde o Sol se põe, a partir das 21h para se poder apreciar o eclipse na totalidade. Estão a ser organizados por todo o país, de Norte a Sul até às Ilhas dos Açores e da Madeira, vários eventos abertos ao público, onde se poderá assistir ao eclipse lunar na companhia de especialistas.

Para além do território nacional, será possível observar este fenómeno em vastas áreas de África, Ásia, Austrália e América do Sul. O próximo evento astronómico deste tipo só se repetirá em 2021. Curiosamente, este eclipse lunar parcial acontece na semana em que se comemoram os 50 anos da chegada do homem à Lua, em 1969.

Publicidade